ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  28    CAMPO GRANDE 25º

Política

Depois de meses de indefinição, Tereza Cristina confirma saída do PSB

Decisão ocorre na véspera da votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer

Por Mayara Bueno | 25/10/2017 08:32
Deputada federal de MS, Tereza Cristina.(Foto: Agência Câmara/Arquivo).
Deputada federal de MS, Tereza Cristina.(Foto: Agência Câmara/Arquivo).

A deputada federal de Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina, pediu desfiliação do PSB na noite de terça-feira, dia 24. A oficialização aconteceu um dia antes da votação da segunda denúncia contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB), na Câmara dos Deputados.

As informações são do Valor Econômico. A reportagem tentou contato com a parlamentar por telefone, mas ela não atendeu a ligação. A assessoria da deputada ficou de enviar um posicionamento.

Além de Tereza Cristina, outros três deputados entregaram o pedido de desfiliação: Fábio Garcia (MT), Danilo Forte (CE) e Adilton Sachetti (MT).

Os quatro parlamentares descumpriram a definição da legenda, que indicou voto contrário à reforma trabalhista do presidente, aprovada em julho, dando início ao impasse. A saída deles também ocorre às vésperas da decisão do diretório nacional que oficializaria a expulsão deles. A reunião aconteceria na sexta-feira, dia 27.

Ao Campo Grande News, no dia 23 de outubro, a deputada de MS confirmou que sairia do PSB, provavelmente antes da votação da denúncia contra o presidente. Ela ponderou que tem conversas adiantadas com o PMDB e DEM, mas que ainda não decidiu para qual partido vai se filiar.

O partido retirou a deputada da liderança da bancada no dia 18, colocando Julio Delgado (PSB-MG), como líder na Câmara Federal.

Regras de comentário