A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/09/2014 12:23

Deputado defende qualificação e oportunidade aos jovens em MS

Leonardo Rocha
Márcio Fernandes defende mais programas de qualificação para jovens (Foto: Arquivo)Márcio Fernandes defende mais programas de qualificação para jovens (Foto: Arquivo)

O deputado estadual Márcio Fernandes (PT do B) defende que haja mais qualificação da mão de obra no Estado, principalmente aos jovens, que precisam estar preparados e capacitados quando as oportunidades surgirem no mercado de trabalho. Ele também citou que é preciso ter parcerias e políticas junto a iniciativa privada.

"Não podemos perder oportunidades que surgem com a vinda de indústrias e grandes empresas no Estado, por esta razão esta mão de obra precisa estar qualificada, também precisamos dar oportunidade aos jovens para ter acesso ao mercado e se aperfeiçoarem", ponderou ele.

O deputado inclusive citou a lei n° 3.470 de 2007, que é de sua autoria, que justamente contribui para melhorar a situação dos jovens no Estado, já que instituiu incentivos à contratação (jovens) em seu primeiro emprego e de desempregados com mais de 45 anos.

"Foi uma forma de incentivar estas empresas para fazer estas contratações, no caso dos jovens é importante o primeiro passo". Esta lei estabelece a redução de encargos e confere subsídios aos empregadores, que celebrarem estes contratos por prazo indeterminado com os jovens, no primeiro emprego, com idade superior a 16 anos.

Na justificativa da proposta, o deputado ressaltou que o desemprego atinge as metrópoles brasileiras  e afetam aqueles que estão começando, com baixa qualificação e os jovens estão inseridos neste contexto.

Por esta razão é importante que o poder público realize políticas que possam contrapor estes efeitos do mercado, contribuindo para diminuição da exclusão social no Estado, e assim "resgatar" a esperança de milhares de jovens em busca de uma oportunidade.

Fernandes também mencionou as dificuldades dos jovens no mercado de trabalho, diante da intensa concorrência de mão de obra, que privilegia quem já possui mais experiência. Este estímulo contribui para que este público não se desvie para violência social e até a questão do uso das drogas. "Realizar novas alternativas de desenvolvimento, ocupação, emprego e renda".

Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions