A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

14/06/2018 12:45

Deputados avaliam como positiva previsão de crescimento para 2019

Governo enviou projeto da LDO, que prevê receita de R$ 15,04 bilhões para 2019, com crescimento de 3,6%

Leonardo Rocha
Deputados Eduardo Rocha (MDB) e Herculano Borges (SD), durante sessão (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados Eduardo Rocha (MDB) e Herculano Borges (SD), durante sessão (Foto: Assessoria/ALMS)

Os deputados avaliaram como positiva a previsão de receita, no valor de R$ 15,048 bilhões, para Mato Grosso do Sul, em 2019. Eles entendem que o crescimento de 3,6% na economia, em relação a este ano, mostra que existe uma recuperação da arrecadação do Estado, assim como do contexto nacional.

A previsão consta no projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), enviado pelo governo estadual para Assembleia Legislativa. “Mostra um bom indício de recuperação tanto da economia do Estado, como na questão nacional. Apesar de ser um pequeno crescimento se trata de um boa notícia devido ao quadro de crise”, disse Herculano Borges (SD).

Para Eduardo Rocha (MDB) a previsão do governo estadual se trata de “bons números”, devido a crise nacional nos últimos anos. “Tivemos muitos números negativos nos últimos anos, só de se ter uma previsão positiva temos que comemorar, mostra uma visão otimista”. O emedebista no entanto entende que só com as reformas estruturantes, o Brasil vai conseguir crescer de forma geral.

“O próximo presidente vai precisar enfrentar estas questões, que é votar medidas impopulares para que o Brasil volte a andar, só neste ano teremos um déficit de R$ 320 bilhões na previdência”, disse Eduardo.

Agronegócio - Já Zé Teixeira (DEM) lembrou que Mato Grosso do Sul ainda conta com os bons números da agropecuária para segurar as finanças e crescimento. “Somos um Estado com maior parte da riqueza vindo da agropecuária, por isso somos atípico, já que este setor tem salvado a economia do País. Mesmo assim ainda trazem muitas exigências e obstáculos”.

Pedro Kemp (PT), por sua vez, destaca que os números da LDO estão dentro das previsões, mas que na sua concepção o “nível da economia” só vai melhorar com nova política federal. “Foram tomadas medidas que favorecem a recessão, como o teto de gastos para os próximos 20 anos, que atrapalha o desenvolvimento”.

Projeto – Na proposta enviado pelo governo ainda se prevê a receita de R$ 15,624 bilhões em 2020 e R$ 16,3 bilhões em 2021. Para o ano que vem a expectativa é de um saldo positivo de R$ 484,8 milhões, tendo a receita primária de R$ 14,97 bilhões, e despesa prevista em R$ 14,486 bilhões.

O repasse dos poderes também será de R$ R$ 298,027 milhões à Assembleia Legislativa, R$ 282,612 milhões ao Tribunal de Contas, a quantia de R$ 417,032 milhões direcionado ao Ministério Público, R$ 190,12 (milhões) para Defensoria e o maior repasse para o Tribunal de Justiça, no valor de R$ 901,789 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions