A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/06/2011 11:59

Deputados divergem sobre votação aberta para escolha de conselheiro no TCE

Fabiano Arruda

Definidos os próximos passos para a escolha do conselheiro de Celina Jallad no TCE (Tribunal de Contas do Estado), os deputados agora divergem sobre o processo de votação ser aberto ou fechado na Assembleia Legislativa.

Conforme o regimento, o voto é secreto, no entanto, acordo entre lideranças partidárias pode mudar o procedimento.

O deputado Rinaldo Modesto, líder do PSDB, afirmou que os tucanos não vão se opor a decisão dos parlamentares de outros partidos.

Eduardo Rocha, líder do PMDB, declara ser contra o voto aberto, pois, na maioria das outras escolhas, o voto é fechado.

Já o deputado Marcio Fernandes, do PTdoB, disse que optaria pelo voto aberto.

O petista Paulo Duarte, por sua vez, garante que sua escolha será aberta. “Não vejo problemas”, comentou.

Duarte sugeriu ainda que, como os partidos pequenos não têm bancada, e a decisão do plenário é soberana, a decisão do voto aberto ou fechado passe por votação no plenário.

O presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB), anunciou nesta manhã que a votação para o substituto de Celina Jallad no TCE (Tribunal de Contas do Estado) será no próximo dia 15, quase quatro meses depois da morte da ex-deputada estadual.

O prazo para as inscrições começa na terça e se encerra na quinta-feira, até as 17 horas, da próxima semana. Os interessados podem protocolar a “candidatura” à Mesa Diretora.

O deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) já é considerado candidato oficialmente, pois protocolou requerimento, com 16 assinaturas, no dia 18 de abril.

A senadora Marisa Serrano (PSDB) também está na disputa. Ela chegou a afirmar que não iniciou campanha oficial pela cadeira no Tribunal, no entanto, declarou interesse pela cadeira. Especulações dão conta que ela tem apoio do governador na disputa.

Nesta manhã, em entrevista, o governador André Puccinelli (PMDB) voltou a afirmar que a responsabilidade da indicação é da Assembleia, porém, especulações dão conta Marisa tem sua preferência.



Peço a Deus para Abençoar a escolha do representante do TCE. Que tenha nessa nova gestão uma pessoa digna e com autoridade para assumir a lacuna deixada pela amiga e companheira Celina Jallad.
 
Maria Fátima em 05/06/2011 11:26:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions