A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/06/2011 11:14

Votação para substituto de Celina no TCE será no dia 15, anuncia Jerson

Fabiano Arruda e Ítalo Milhomem
Antes de definir os passos da escolha, Jerson consultou o governador André Puccinelli. (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)Antes de definir os passos da escolha, Jerson consultou o governador André Puccinelli. (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)

O deputado Jerson Domingos (PMDB) anunciou há pouco, na Assembleia Legislativa, que a votação para o substituto de Celina Jallad como conselheiro no TCE (Tribunal de Contas do Estado) será no próximo dia 15, quase quatro meses depois da morte da ex-deputada estadual.

O presidente da Casa informa que o prazo para as inscrições começa na terça e se encerra na quinta-feira, até as 17 horas, da próxima semana. Os interessados podem protocolar a “candidatura” à Mesa Diretora.

Oficialmente, na Assembleia, apenas o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) mostrou interesse. A senadora Marisa Serrano (PSDB) também está na disputa.

Nesta manhã, em entrevista, o governador André Puccinelli (PMDB) concordou com o início do processo de escolha para a próxima semana. Ele voltou a afirmar que a responsabilidade da indicação é da Assembleia, porém, especulações dão conta Marisa tem sua preferência.

Ontem, a sessão na Assembleia Legislativa chegou a ser interrompida para reunião fechada entre os deputados, que discutiram o assunto. A deputada Mara Caseiro (PTdoB) deixou o encontro irritada. Ela não concorda com a submissão ao governador sobre o assunto, já que a vaga é da Casa de Leis.



Infelizmente Mato Groso do Sul virou chacota...quanta incompetência e servilismo...a Assembléia Legislativa não tem coragem de indicar um deputado para assumir a vaga no TCE, lembrando que a vaga é da própria ASSEMBLÉIA!
 
Fernando Oliveira Santos em 02/06/2011 12:14:27
Desculpa. Mas não seria submissão do Governador.
Seria submissão do Presidente da Casa ou intromissão do Governador.
 
Orlando Lero em 02/06/2011 11:42:18
Como diria o Boris: "Isso é uma vergonha" . É tudo vergonhoso: a submissão; a intromissão;a subserviência. Mas os Deputados que agem assim, o fazem por saber que é importante p/ eles negociarem a escolha, pois os escolhidos de hoje serão os "fiscais" de amanhã. Um "tribunal" composto dessa forma jamais poderá ser sério ou confiável. Não é Tribunal de Contas, e sim de contos... do vigário, e de outros. Essas discussões são tudo "pano de cena", e eles sabem muito bem disso. Bestas somos nós, que não tomamos atitudes...
 
GILSON DE OLIVEIRA COELHO em 02/06/2011 09:36:14
Quanta falta de bom senso. Como podem querer colocar o Sr. Antonio Russo no senado. Acabaram os últimos "freios morais" que os políticos do MS possuíam. Pouco se importam com o curriculo manchado do Sr. Antonio Russo. Nosso Estado virou "terra-de-ninguém"!!!!!!!
 
Francisco Rodrigues em 02/06/2011 01:07:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions