A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

13/04/2016 12:55

Deputados pré-candidatos já começam a articular alianças e programas

Leonardo Rocha
Marquinhos começa projeto para ouvir a população nos bairros (Foto: Assessoria/ALMS)Marquinhos começa projeto para ouvir a população nos bairros (Foto: Assessoria/ALMS)
Renato Câmara está a frente das articulações em Dourados para buscar apoio (Foto: Assessoria/ALMS)Renato Câmara está a frente das articulações em Dourados para buscar apoio (Foto: Assessoria/ALMS)
Coronel Davi vai lançar sua pré-candidatura até final do mês (Foto: Assessoria/ALMS)Coronel Davi vai lançar sua pré-candidatura até final do mês (Foto: Assessoria/ALMS)
Ângelo Guerreiro pretende começar a organizar as chapas com os aliados (Foto: Assessoria/ALMS)Ângelo Guerreiro pretende começar a organizar as chapas com os aliados (Foto: Assessoria/ALMS)

Os deputados pré-candidatos a prefeito na eleição deste ano, já começaram a articular alianças, para formação das coligações partidárias, assim como iniciar a discussão dos planos de governo que serão apresentados, no início da campanha eleitoral, que tem como diferencial este ano o período mais curto, de apenas 45 dias.

Entre os deputados que desejam ser candidatos em Campo Grande, está Marquinhos Trad (PSD) e Coronel Davi (PSC), que entrou no legislativo no começo do mês, após a saída de José Carlos Barbosa (PSB), novo comandante da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Marquinhos já começou o projeto do PSD chamado "Conversa com a Nossa Gente”, que tem a intenção de ouvir os principais pedidos da população, para embasar seu plano de governo na Capital. Segundo ele, a intenção é construir um programa para recuperar a cidade.Vai existir reuniões no bairros, com a participação do deputado.

Alguns locais já foram agendados para esta semana, como os bairros Maria Aparecida Pedrossian e Jardim Leblon. Entre os partidos que já declaram apoio ao PSD, está o PMN. "Nós não vamos fazer coligações por conveniência, não vamos escolher vice sem competência técnica", disse Marquinhos.

Já Coronel Davi deve lançar sua pré-candidatura até o final do mês, com a presença do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Ele explicou que a intenção da legenda é ter candidato nas principais cidades, para levar sua mensagem e se tornar conhecido, pois o projeto principal é tentar a presidência da República, em 2018.

Interior - Os deputados Renato Câmara (PMDB) e Ângelo Guerreiro (PSDB) já lançaram suas respectivas pré-candidaturas. Em Três Lagoas, o tucano diz já ter o apoio dos partidos PRB, PR, PMN, PHS, SD, Pt do B e PRP, lembrando que o leque de alianças ainda está aberto. "Estamos conversando com outras legendas, teremos que organizar as chapas na proporcional".

Guerreiro pretende montar um conselho com os partidos aliados, para que a discussão da chapa para vereadores, já comece a ser debatida. "Vamos ouvir a todos, para ter uma divisão igual, em que a maioria fique satisfeita com a coligação". Ele acredita que deve ter uns três adversários na disputa municipal. "Quanto mais candidatos melhor, o debate será amplo, com opções a população".

Já Renato Câmara revelou que está pessoalmente a frente das alianças em Dourados, tratando com partidos tradicionalmente aliados, para que seu grupo ganhe força política. "Sabemos que está no começo, porém estamos correndo atrás, existem partidos que ainda precisam definir se terão candidatos ou se vão procurar alianças".

Uma das dúvidas do peemedebista é sobre a decisão do PSB, já que após a desistência de José Carlos Barbosa (PSB), o atual prefeito, Murilo Zauith (PSB), ainda não decidiu se o partido terá um nome próprio ou se vai apoiar outra legenda.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions