A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/07/2010 09:18

Derrotado no PMDB, Valter sobe no palanque de Zeca do PT

Redação

Derrotado nas prévias internas do PMDB, o senador Valter Pereira reuniu filiados do partido em Dourados para anunciar apoio ao ex-governador Zeca do PT.

Valter também fez críticas ao governador André Puccinelli (PMDB) e confirmou que coordenará a campanha da presidenciável Dilma Rousseff (PT) em Mato Grosso do Sul.

"Vamos ter uma coordenação central no Estado envolvendo o PMDB do bem, o PT e outros partidos aliados", afirmou.

Valter voltou a criticar o processo de prévias do PMDB, que deu vitória a Waldemir Moka com mais de 70% dos votos, motivo pelo qual ele resolveu romper com Puccinelli. Ele chamou a eleição interna de "patifaria" e o governador de "ditador".

Como exemplo, citou o bloqueio de ônibus de professores do interior que fariam protesto por melhores salários em Campo Grande.

Criticou ainda a falta de incentivo aos frigoríficos, o alto custo dos impostos dos combustíveis no Estado e, segundo ele discursou no palanque de Zeca, o excesso de propaganda do atual governo.

Sem relevar números e pesquisas, Valter acredita que a diferença entre o governdor e Zeca "é cada vez menor".

"Ele saiu da prefeitura de Campo Grande com 80% de aprovação. Hoje, está passando um sufoco que não sabe o que fazer para reverter a situação", discursou para o delirio dos petistas.

Depois de perder as prévias do PMDB, Valter rejeitou a possibilidade de sair candidato a deputado federal e chegou a cogitar a possibilidade de abandonar o partido e assumir o comando do PSB, mas seu projeto não vingou e, agora, decidiu apoiar o adversário dos peemedebistas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions