A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

11/03/2015 12:25

Diretor do Detran se reúne com deputados para discutir inspeção veicular

Leonardo Rocha
Deputado Pedro Kemp afirma que cobrança é indevida e exorbitante, diretor do Detran irá explicar os critérios da inspeção (Foto: Roberto Higa/ALMS)Deputado Pedro Kemp afirma que cobrança é indevida e exorbitante, diretor do Detran irá explicar os critérios da inspeção (Foto: Roberto Higa/ALMS)

O diretor-presidente do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), Gerson Claro, irá se reunir nesta tarde (11), a partir das 16h, com os deputados estaduais, para discutir sobre a txa ade inspeção veicular, que foi criada desde o final do ano passado. A reunião acontece na sala da presidência, na Assembleia Legislativa.

“Será uma oportunidade de pedirmos uma revisão da taxa por parte do direitor, já que nos critérios estabelecidos no momento, prejudica muito a população, queremos algumas mudanças”,afirmou o deputado Eduardo Rocha (PMDB).

De acordo com o parlamentar, uma das proposta seria o aumento de 5 para 10 anos, no tempo de uso do veículo, para que seja necessária uma inspeção veicular. “São questões que podem ser modificadas e já ajudam muito, se precisar ter contato a nível nacional, podemos procurar o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito)”, apontou o peemedebista.

Os deputados que integram a bancada do PT apresentaram, na semana passada, um projeto de decreto legislativo, que tem a intenção de sustar a portaria do Detran-MS, que regulamenta a cobrança da taxa de inspeção, em valor que varia de R$ 103,00 a R$ 120,00.

“Estamos questionando a forma que foi implantada, através de uma portaria que extrapola a prerrogativa do executivo, que deveria ter sido discutido e feito por meio de um projeto de lei”, explicou o deputado Pedro Kemp (PT), que alega que a cobrança além de ser indevida e exorbitante para população de Mato Grosso do Sul.

Mudança – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou nos últimos dias que não pretende cancelar a cobrança da taxa de inspeção, mas cogita a realização de um estudo para diminuir o valor, assim como ampliar o número de locais disponíveis para realização da vistoria.

O tucano alega que se trata de uma resolução do Denatran, que deve ser implantada por todos os estados. Sobre a possível mudança de critérios, Azambuja ponderou que se for mudado a nível nacional, pode ser feito em Mato Grosso do Sul.

Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions