A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

25/01/2019 11:12

Em Brasília, governador pede estadualização de trecho da BR-158

Além desta proposta, o chefe do Executivo estadual, elencou com importantes os projetos das rotas bioceânicas rodoviária e ferroviária, a concessão da Malha Ferroviária Oeste e a busca de uma solução para o impasse jurídico envolvendo a concessão da BR-163

Anahi Zurutuza
Reinaldo Azambuja (à esquerda) e o ministro da saúde na ponta da mesa (Foto: Ministério da Infraestrutura/Divulgação)Reinaldo Azambuja (à esquerda) e o ministro da saúde na ponta da mesa (Foto: Ministério da Infraestrutura/Divulgação)

Em reunião na noite desta quinta-feira (24), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) entregou ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, a lista de prioridades para os investimentos em logística em Mato Grosso do Sul. Entre elas está a estadualização de 145 km da BR-158, entre Cassilândia a Aparecida do Taboado.

Além desta proposta, o chefe do Executivo estadual, elencou com importantes os projetos das rotas bioceânicas rodoviária e ferroviária, a concessão da Malha Ferroviária Oeste e a busca de uma solução para o impasse jurídico envolvendo a concessão da BR-163.

“Falamos da concessão da BR-163, marcamos uma agenda, na qual eu e o ministro da Infraestrutura vamos ao TCU (Tribunal de Contas da União) para tentarmos equacionar este processo. Convidaremos os governadores Ronaldo Caiado, de Goiás; Romeu Zema, de Minas Gerais; e Mauro Mendes, do Mato Grosso. É que os quatro estados têm problemas nas concessões rodoviárias da etapa 3 do governo da então presidente Dilma”, destacou o governador via assessoria de imprensa.

Privatização – A proposta do governo para tornar mais atraente a concessão à iniciativa privada de 200 quilômetros da MS-306, entre Costa Rica e Cassilândia, é estadualizar 145 quilômetros da BR-158 – que é continuação da rodovia estadual. As duas estradas são usadas como rota de escoamento da produção do norte do Estado e da região Centro-Oeste.

“Ficou acertada a possibilidade de passar a BR-158 para Mato Grosso do Sul, entre Cassilândia e Aparecida do Taboado. A rodovia será uma extensão da MS-306, que vai passar por um processo de concessão estadual”, esclareceu Reinaldo.

Por último o governador pediu que o Dnit-MS (Departamento de Estradas de Rodagem de Mato Grosso do Sul) invista mais na manutenção das BRs que cortam Mato Grosso do Sul. “Ele (ministro) ficou de estudar o remanejamento de recursos para assegurar a manutenção das BRs do Estado”.

Acompanharam o governador na reunião o secretário estadual de Meio Ambiente, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, o senador Pedro Chaves (PSC) e o deputado federal eleito Beto Pereira (PSDB).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions