A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/09/2010 13:17

Em dia de prisões, secretário acende fogo simbólico

Redação

A tradicional cerimônia da "Chama da Pátria" em Dourados foi mantida mesmo com a prisão do prefeito Ari Artuzi (PDT) nesta quarta-feira. Artuzi foi substituído no evento, no calçadão da Praça Antônio João, pelo secretário de Indústria e Comércio, Maurício Peralta.

A Secretária de Assistência Social, Itaciana Pires Santiago, também participou da cerimônia, conforme o site Dourados Agora. Eles estão entre os "sobreviventes" na administração de Artuzi após a operação "Urugano" (furacão, em italiano).

Cinco secretários foram presos: Tatiane Moreno (Administração), Ignes Boschetti Medeiros (Finanças), Geraldo Alves Assis (Planacon), Dílson Cândido de Sá (Obras e Planejamento) e Cláudio Marcelo Hall-Marcelão (Serviços Urbanos). Cláudio Marcelo é vereador licenciado.

A Polícia Federal prendeu 28 pessoas na operação, incluindo o vice, a esposa e o motorista do prefeito, além de nove dos 12 vereadores. Eles teriam envolvimento em fraude em licitações e formação de quadrilha.

O fogo simbólico abre as comemorações em alusão ao Dia da Independência (7 de setembro).

Em meados do ano passado, a prefeitura de Dourados havia sido alvo de uma outra operação da Polícia Federal, a Owari (ponto final, em japonês). A ação desmantelou esquema de fraudes em licitações no setor da saúde.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions