ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 26º

Política

Em nota, prefeito da Capital diz que não atacou ninguém durante culto

Edivaldo Bitencourt | 08/11/2013 15:35
Prefeito divulgou nota para contestar o que disse durante culto evangélico (Foto: Marcos Ermínio)
Prefeito divulgou nota para contestar o que disse durante culto evangélico (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), divulgou, no início da tarde de hoje (8), uma nota para informar que não atacou os vereadores e a imprensa. “Ao contrário, pediu que Deus abençoasse e tocasse o coração daqueles que o querem mal e isso na verdade é um ato de amor”, informa em nota, assinada pelas assessoras de imprensa Ana Rita Amarilia e Márcia Scherer.

“Todas as sextas-feiras, às 8 horas, um grupo de evangélicos vem ao paço municipal fazer uma oração, veja bem, não se trata de um culto e sim de uma oração. Participam desse momento todos os servidores municipais que assim o desejam, independente da religião de cada um”, diz a nota.

Na manhã de hoje, o Campo Grande News acompanhou a “oração” do prefeito com cerca de 50 servidores municipais. Ele não mencionou os vereadores, mas disse que há um grupo interessado em lhe cassar o mandato. Na entrevista a um programa de rádio, ele sempre identifica que os parlamentares trabalham para lhe tirar o mandato.

“Essas pessoas que fazem mal para os outros e querem fazer o mal para o meu mandato”, afirmou. Ele também contou o relato de um eleitor que atacava os jornais por só falarem mal da atual gestão.

Confira a nota na íntegra:
“Boa tarde, Edivaldo Bitencourt!

Ficamos chocados com o conteúdo da matéria “Prefeito ataca vereadores e imprensa durante culto evangélico na Prefeitura”, por isso temos a obrigação de fazer alguns esclarecimentos, especialmente pelo fato de você não ter participado do evento.

Todas as sextas-feiras, às 8 horas, um grupo de evangélicos vem ao paço municipal fazer uma oração, veja bem, não se trata de um culto e sim de uma oração. Participam desse momento todos os servidores municipais que assim o desejam, independente da religião de cada um.

O prefeito Alcides Bernal também participa, quando não tem agenda anteriormente programada e sempre que está, abre a oração com algumas palavras aos servidores.

Na oração de hoje, em nenhum momento, o prefeito “atacou” vereadores ou imprensa, ao contrário, pediu que Deus abençoasse e tocasse o coração daqueles que o querem mal e isso na verdade é um ato de amor.

Pedimos a gentileza que mude os termos, principalmente pelo fato de você não ter participado e ter emitido um “julgamento” que consideramos errôneo.

Obrigada pela atenção, estamos à disposição para qualquer esclarecimento.

Atenciosamente,

Marcia Scherer e Ana Rita Amarilia”

Nota da redação: O repórter Leonardo Rocha acompanhou a reunião do início ao fim

Nos siga no Google Notícias