A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

19/06/2014 14:40

Em pesquisa CNI/Ibope popularidade de Dilma cai de 36% para 31%

Leonardo Rocha
Em pesquisa popularidade da presidente Dilma cai cinco pontos em relação a março (Foto: Divulgação - PT)Em pesquisa popularidade da presidente Dilma cai cinco pontos em relação a março (Foto: Divulgação - PT)

Em pesquisa do Ibope divulgada hoje (19) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), a presidente Dilma Rousseff (PT) teve uma queda de cinco pontos em sua popularidade, em comparação com o levantamento feito no mês de março. Neste mês apenas 31% das pessoas entrevistadas avaliam o governo Dilma como ótimo ou bom, sendo que antes este percentual estava em 36%.

Aqueles que consideram o governo (Dilma) como ruim ou péssimo subiu de 27% (março) para 33% neste momento, já os que definem como regular o percentual reduziu de 36% para 33%. Os entrevistados que não confiam em Dilma subiu de 47% para 52%, aqueles que confiam diminuíram de 48% para 41%.

A pesquisa ainda aponta que os que aprovam a forma da presidente governar caiu de 51% em março, estando em junho com apenas 44%. Este levantamento foi feito após a abertura da Copa do Mundo, em São Paulo, quando a presidente foi vaiada pelos torcedores que compareceram ao evento.

Na análise da aprovação por área, também houve uma redução no apoio a presidente. Em relação a saúde antes 21% aprovavam as ações do governo, agora este percentual diminui para 19%. Na segurança o quadro é semelhante, com queda de 22% para 21%. Apenas sobre a taxa de juros aplicada no país, a avaliação foi igual a última pesquisa ficando em apenas 21%.

Na pesquisa de intenção de voto para presidente, Dilma ainda está na liderança com 39%, seguida pelo senador Aécio Neves (PSDB) com 21% e em terceiro lugar o ex-governador Eduardo Campos (PSB), que marcou 10% da preferência dos entrevistados.

Este levantamento foi feito entre os dias 13 e 15 de junho, com 2.002 entrevistados, em 142 municípios do país. A margem de erro para mais ou para menos é de 2%. Esta segunda pesquisa do instituto, de quatro previstas, foi registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) com o n° 00171/2014.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions