A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

23/06/2017 16:54

Em Ponta Porã, Reinaldo cobra prioridade da União com segurança de fronteira

Paulo Nonato de Souza
O governador Reinaldo Azambuja, nesta sexta-feira, em Ponta Porã, cobrou reforço de forças federais na segurança de fronteira (Foto: Eliel Oliveira)O governador Reinaldo Azambuja, nesta sexta-feira, em Ponta Porã, cobrou reforço de forças federais na segurança de fronteira (Foto: Eliel Oliveira)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse nesta sexta-feira, 23, em Ponta Porã, onde cumpriu agenda institucional, que é cada vez mais evidente a necessidade de o governo federal reforçar a presença das forças federais de segurança na região de fronteira do Brasil com Paraguai e Bolívia.

“Se você olhar as apreensões e prisões na área de fronteira, vai enxergar a ação da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Estadual, do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), mas não vai enxergar a presença ostensiva das forças da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. A gente sabe que essa estrutura estadual ajuda, mas não resolve o problema”, declarou Azambuja.

Esta não é a primeira vez que o atual governador sul-mato-grossense cobra do Governo Federal mais atenção com a questão da segurança na fronteira para combater o tráfico de drogas e contrabando de armas. “Esta tem sido uma luta nossa desde o primeiro momento que assumimos o Governo do Estado”, afirmou.

Azambuja lembrou que no início deste mês o Secretário Estadual de Segurança Pública, José Carlos Barbosa, o Barbosinha, participou do 7º Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e todos os secretários estaduais mostraram ao Ministro da Justiça, Torquato Jardim, a mesma preocupação com a segurança na fronteira.

“Essa é uma cobrança do Brasil, porque não adianta querer resolver o problema lá no morro do Rio de Janeiro. Nós precisamos é criar uma estrutura nas fronteiras com os nossos vizinhos, no caso de Mato Grosso do Sul com Bolívia e Paraguai, uma polícia ostensiva de ataque, integrada por um sistema de inteligência para um trabalho conjunto cada vez mais efetivo”, disse Azambuja. Segundo ele, só assim haverá um avanço da segurança para impedir a chegada de drogas e armas nos grandes centro do país.

Em Ponta Porã, Reinaldo Azambuja, acompanhado do prefeito Hélio Peluffo (PSDB), entregou viaturas, armamentos e participou da inauguração do sistema de videomonitoramento com câmeras ligadas 24 horas nas principais ruas e avenidas da cidade.

“O sistema vai acompanhar o ir e vir das pessoas e veículos. Havendo alguma coisa suspeita um comando direciona para a ação da polícia. O videomonitoramento é fundamental para a redução da criminalidade”, comentou o governador, ressaltando que além de Ponta Porã, outras cidades da fronteira também vão receber o sistema de videomonitoramento com investimento de mais de R$ 3,9 milhões.

Antes de Ponta Porã, o governador Reinaldo Azambuja esteve nesta sexta-feira em Laguna Carapã, onde inaugurou a reforma da Escola Estadual Álvaro Martins dos Santos, que tem 234 alunos.

De acordo com dados do governo do Estado, foram investidos R$ 1,8 milhão na construção de quadra coberta com arquibancada, de um vestiário, nova cozinha, a elevação do muro e adequação para acessibilidade e sistema de prevenção a incêndios.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions