A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/04/2013 20:07

Empossada, Simone diz que André é o "nome mais forte" para o Senado

Zemil Rocha e Helton Verão
Simone assinado o termo de posse como secretária, sob olha de André e Moka (Foto: João Garrigó)Simone assinado o termo de posse como secretária, sob olha de André e Moka (Foto: João Garrigó)

A vice-governadora do Estado e nova secretária de Governo, Simone Tebet, considera que o nome do governador André Puccinelli é o mais viável no partido deles, o PMDB, para disputar vaga do Senado no ano que vem. “Confio mais no André do que em mim. Descarto a minha candidatura, se o André quiser ser candidato a senador. O André é o nome mais forte”, afirmou ela, em entrevista coletiva, após tomar posse.

Para ela, a tendência é que o PMDB tenha seus próprios candidatos à sucessão estadual, não cabendo, por isso, se cogitar de aliança com o PMDB. “O PMDB quer candidato próprio, mas nunca deve fechar as portas”, opinou ela. “Não acho interessante aliança com o PT”, acrescentou. Essa posição, conforme Simone, não inviabiliza eventual apoio a Dilma, por entender ser possível “dois palanques” no Estado para apoiar a reeleição da petista.

Indagada se ela poderia ser candidata a vice-governadora na chapa a ser encabeçada por Nelsinho Trad, numa “chapa pura” do PMDB, a nova secretária de Governo, pasta que fará a articulação política, afirmou que seria necessário fazer “pesquisas” para saber se essa dobradinha teria apoio popular. “O que os eleitores pensariam disso?”, questionou ela. “Precisaria fazer pesquisa qualitativa”, apontou a nova secretaria.

Elo de ligação - Quanto ao desafio de comandar a Secretaria de Estado de Governo, Simone garantiu que está pronta para o trabalho. “Apreendi com meu pai que missão não se escolhe, se cumpre”, disse a vice-governadora, que, a todo momento de seu pronunciamento, agradecia ao governador André Puccinelli pelo apoio e oportunidades a ela confiadas.

Simone Tebet pretende ser “elo de ligação do governo” com as entidades de sociedade civil, com federações e com as próprias instâncias governamentais, como a Fundesporte e a Rádio e Televisão Educativa.
Em seu pronunciamento, Simone enfatizou os avanços em “justiça social” no governo de André Puccinelli. “Está faltando o reconhecimento deste governo. Todo mundo fala de obra, obra, obra, mas o Estado esta fazendo muito pelo desenvolvimento social”, disse.

Embora a parte de articulação com os municípios esteja afeta à pasta entregue a Nelsinho Trad, Simone Tebet, ao menos no discurso, acabou invadindo essa área. Enaltecendo a sensibilidade da presidenta Dilma Roussef, Simone declarou: “Só a mulher tem sensibilidade no governo para olhar pelos municípios injustiçados. Isso é Justiça Social, é o que estamos fazendo”.

 

 



Quanta Ingenuidade da Simone e de alguns políticos, querer falar pelo povo, afirmando que tal pessoa é favorita; ninguém é eleito com 1 voto.
 
luiz alves em 29/04/2013 21:25:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions