A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/12/2015 16:43

Ex-deputado se diz surpreso com condenação em escândalo sexual

Michel Faustino
O ex-deputado Sérgio Assis disse que está fora do Estado e não quis comentar decisão. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)O ex-deputado Sérgio Assis disse que está fora do Estado e não quis comentar decisão. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

O ex-deputado Sérgio Assis disse estar surpreso e deve recorrer da sentença proferida nesta quinta-feira (17) pela 7ª Vara Criminal de Competência Especial de Campo Grande, que o condenou a seis anos de prisão pelo envolvimento em escândalo sexual, no qual imagens gravadas por duas adolescentes, em encontros sexuais, eram usadas para extorquir os políticos.

Por telefone, Assis disse ao Campo Grande News que não tinha conhecimento da decisão e preferiu não comentar nada antes de consultar seus advogados. O ex-deputado informou que, inclusive, está fora do Estado, mas não quis dar detalhes.

Conforme Assis, a decisão o pegou de surpresa, tendo em vista que, como inclusive foi sustentando em sua defesa, ele desconhecia o suposto esquema de exploração sexual envolvendo adolescentes e chegou a cogitar uma suposta "armação" para prejudicá-lo.

Além de Assis, foram condenador o ex-vereadores Alceu Bueno e Robson Martins e os empresários Luciano Pageu e Fabiano Otero.

Sérgio Assis, Alceu Bueno e Robson Martins podem recorrer a sentença em liberdade, porque não estão presentes os requisitos da prisão preventiva e não criarem impedimentos para a instrução do processo. Fabiano está em prisão domiciliar, enquanto Pageu é o único e não terá o direito de recorrer em liberdade.

O Campo Grande News entrou em contato por telefone todos os citados, no entanto, Bueno e Martins não atenderam nem retornaram às ligações até o fechamento desta matéria.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions