A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/05/2008 15:28

Ex e atual prefeito terão de devolver milhões a Dourados

Redação

O atual administrador e o ex-prefeito de Dourados terão de devolver R$ 14 milhões ao município. O Tribunal de Contas do Estado encontrou irregularidades em um contrato firmado pelos dois, que teve validade entre 2000 e 2005.

Ao ex-prefeito Braz Melo cabe o ressarcimento no valor de R$ 2,8 milhões, além de multa de 500 Uferms. Já a Laerte Tetila a devolução estabelecida é de R$ 11,2 milhões, e multa de 250 Uferms.

Ambos foram condenados por falta de prestação de contas, com apresentação de notas de empenho, ordens de pagamento e notas fiscais, referentes a contrato firmado com a Monreal Corporação Nacional de Serviços e Cobranças, para prestação de serviços de cobrança e o recolhimento de débitos de contribuintes inadimplentes.

Documentos sobre os gastos não foram encaminhados, mesmo após notificação dos responsáveis, argumenta o TCE sobre decisão divulgada hoje.

A resposta do atual secretário Municipal de Finanças, Luiz Seiji Tada, foi de que os problemas relativos ao contrato ocorreram na administração de Braz Melo. Mas como a contratação durou entre fevereiro de 2000 e 2005, renovada anualmente, começando na gestão de Braz Melo e terminando com Laerte Tetila, o TCE determinou punição aos dois.

Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions