A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/09/2012 18:00

Fabio Trad critica eleição a cada 2 anos e diz que deveriam ocorrer de uma vez

Nadyenka Castro

Para o deputado federal, ter eleições de dois em dois anos desestabiliza o País

Fábio Trad critica o sistema eleitoral brasileiro. (Foto: Divulgação)Fábio Trad critica o sistema eleitoral brasileiro. (Foto: Divulgação)

Para o deputado federal Fábio Trad (PMDB) o sistema eleitoral brasileiro desestabiliza o País e o ideal seria a coincidência de eleições: “É a única forma de reorganizarmos a vida pública brasileira”, disse.

Fábio Trad voltou a se manifestar sobre o assunto nesta terça-feira, processo eleitoral de dois em dois anos causa prejuízos ao País. “O parlamento não funciona nas três esferas e o executivo também fica refém da conjuntura eleitoral. É preciso mais concentração nos mandatos, pois daqui a dois anos tanto o legislativo quanto o executivo vão soluçar de novo”.

O deputado avalia que quando uma eleição termina, o pensamento já está na próxima.

“Observem como as eleições de dois em dois anos são prejudiciais. Logo após a contagem de votos, já na primeira semana, as atenções estarão voltadas para as eleições de 2014. Chegando lá, eis que 2016 será a grande manchete da agenda nacional. E assim, de dois em dois anos. O país deixa de discutir seu rumo, os agentes políticos perdem o foco no mandato, o executivo e o legislativo deixam de produzir, o judiciário vira TRE’s, a sociedade concentra-se na expectativa das urnas e a competição eleitoral se torna um fim em si mesmo. De dois em dois anos, retrocedemos quatro, crescendo como rabo de cavalo”, afirmou.

Para Fabio Trad, enquanto a vida pública brasileira permanece estagnada, enquanto a reforma política não passa. “Tenho alertado para este impasse da tribuna da Câmara federal, de forma repetitiva até. É um absurdo esta situação. Porém, ao que parece, este sistema viciado beneficia setores que têm muito a perder com a reforma política”, alfinetou.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


Eleição não é desperdício de forma nenhuma, sou a favor de manter as eleições a cada dois anos, mas com um detalhe, que o legislativo federal, estadual e municipal sejam novamente avaliados, ou seja a cada dois anos os deputados e vereadores teriam que passar pela avaliação popular. Isso diminui o tempo de "esquecimento" , o povo não esquece do parlamentar e o parlamentar não esquecerá do povo.
Quem concordar ou discordar me escreva: marciopereiraconsultoria@gmail.com
 
Marcio Pereira em 06/02/2013 15:09:16
Concordo plenamente com o Fabio, mais estrategicamente esta forma Democrática eleitoral será muito dificil de mudar como tudo que pode beneficiar o cidadão. Quando é para facilitar ou mesmo estender o que já vem sendo praticado é mais fácil. O Brasil está muito atrasado entre as potencias mundiais por má vontade do Poder Publico.
 
Leandro Luzio em 19/09/2012 05:42:55
Parabens dep. Fabio o Sr. tem colocado o dedo na ferida, vamos fazer uma emenda popular e aproveitar para diminuir para 4 anos os mandatos dos Senadores pois e muito tempo 8 anos, ja que esta falando de coisa seria, ai que tal acabar a suplência no senado pois elegemos alguem para cumprir 8 anos e de repente aparece um sanador que nao foi votado e ganha de presente o corgo, chega né dessa mamata.
 
joao braz em 18/09/2012 11:16:45
Parabens deputado é preciso que pessoas sensatas como o senhor alerte a sociedade para este disperdicio e estrago para o nosso país!
 
Maria Benedita Peixoto em 18/09/2012 09:10:15
Concordo com o deputado. Com certeza este sistema viciado beneficia setores que têm muito a perder com a reforma política, por isso não se movimentam para mudar esse desperdício.
 
Cláudia Lima em 18/09/2012 07:37:03
Concordo plenamente com o Fábio e apoi. As eleções não deve coincidir com a copa do mundo de futebol, quando for realizada a cada quatro anos em todas as esferas.
 
Ednea Braga em 18/09/2012 07:22:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions