A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/09/2014 20:58

Fábio Trad diz que "custo Brasil" desestimula negócios e incentiva corrupção

Leonardo Rocha
Fábio Trad ressalta o país muito burocrático atrapalha os investimentos e fomenta a corrupção (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)Fábio Trad ressalta o país muito burocrático atrapalha os investimentos e fomenta a corrupção (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) afirmou que o "custo Brasil", que define o conjunto de gargalos burocráticos, econômicos e estruturais, acaba encarecendo os investimentos no país, o que gera aumento na corrupção, desemprego e evasão de divisas, diminuindo a competitividade das empresas.

"O custo Brasil vai além das astronômicas estimativas recorrentes, avançando no 'buraco negro' que engole e turbilhona ineficiência estatal crônica, corrupção", disse ele, durante pronunciamento na Câmara dos Deputados.

O deputado se baseou em dados da  pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) para frisar que assim como os investidores, a população também entende os prejuízos causados pela burocracia no país.

"Enquanto oito de cada dez brasileiros consideram o Brasil um país burocrático ou muito burocrático, 68% defendem que o governo deveria inscrever o combate à burocracia entre suas prioridades, e 73% apontam que o excesso de procedimentos estimula a corrupção e desestimula negócios", apontou.

Ele ponderou que a própria CNI tem expectativa modesta sobre a redução da burocracia no Brasil, já que esta espera que o país caia da 130° para 80° na posição do ranking do Banco Mundial. "Só para lembrar, e corar de vergonha, a Colômbia hoje ostenta honroso 45º lugar, enquanto o Peru está em 43º e África do Sul em 39º", comparou o peemedebista.

O deputado afirmou que ainda existem incontáveis obstáculos para se chegar a um caminho de competitividade, do tamanho da economia do país. Ele lembra que esta situação ainda é uma "herança" do período que o regime dependia do tamanho do Estado.

"Se a burocracia ágil e enxuta é instrumento fundamental à boa gestão governamental, o burocratismo se caracteriza pela elefantíase do Estado, cujas estruturas superpostas são tanto mais onerosas quanto ineficazes", frisou ele. Trad destacou que esta situação cria dificuldades aos investidores e fomenta a corrupção.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions