A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/10/2013 15:17

Fábio Trad diz que País precisa de reformas para ganhar competitividade

Lidiane Kober

Além da necessidade de garantir serviços públicos de qualidade na saúde, educação e segurança, o deputado federal Fábio Trad (PMDB) avalia que um dos grandes desafios do futuro presidente do Brasil será liderar um amplo entendimento nacional em torno de reformas estruturais, como tributária e política para garantir ao País maior competitividade no mercado global. Ao mesmo tempo, ele defende a qualificação da mão de obra.

“Este modelo de crescimento baseado apenas no estímulo ao consumo dá sinais de exaustão. O Brasil só conseguirá níveis de crescimento compatíveis com o seu potencial econômico se obtiver maior produtividade, que depende basicamente de investimento em inovação tecnológica e qualificação da mão de obra, somada a reforma tributária para desonerar a produção”, defendeu o parlamentar.

Ao mesmo tempo, Fábio Trad destacou a importância da correta aplicação dos recursos gerados pelos royalties do petróleo produzido no pré-sal, reservados para educação. “Nos próximos 10 anos, a educação deverá ter uma suplementação orçamentária de R$ 134 bilhões”, informou.

Com o recurso, o deputado defende a universalização do acesso ao ensino, a valorização e qualificação dos professores, além da abertura de cursos técnicos profissionalizantes para preparar a juventude aos desafios do mercado de trabalho.

Depois, Fábio Trad avalia a necessidade de concentrar esforços para “o Brasil resolver alguns gargalos, com problemas de logística e infraestrutura”. “É preciso superar o autêntico apagão de mão de obra que enfrentamos”, acrescentou. Um estudo apresentado em outubro de 2012 pela revista Exame apontou que um trabalhador brasileiro gera perto de 22 mil dólares por ano de riqueza, enquanto que um trabalhador norte-americano cerca de 100 mil dólares.

Segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), nos anos 80 a produtividade brasileira encolheu 1,35%, na década de 90 continuou em queda (1%) e teve um leve avanço nos anos 2000 (0,9%). A China, que tem produtividade média mais baixa do que a do Brasil, vem apresentando taxas de crescimento de 9% ao ano.

Ainda de acordo com o parlamentar, é necessário adotar medidas que racionalizem o custo e garantam maior agilidade à máquina pública. Como parte do esforço para o combate a corrupção, Trad defende a valorização das carreiras de Estado, especialmente os setores que atuam na área de fiscalização e controle da aplicação dos recursos públicos.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions