A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/04/2016 12:49

Geraldo Resende diz que oposição está otimista, tendo votos suficientes

Leonardo Rocha

O deputado federal Geraldo Resende (PSDB) já chegou no plenário da Câmara Federal e diz que seus colegas da oposição estão otimista com a votação do impeachment, inclusive tendo uma margem de 30 votos de vantagem a mais do que precisam, para que o processo seja aprovado e siga ao Senado Federal.

"Já estou aqui só esperando o começo deste dia histórico, nós estamos otimistas e temos votos suficientes para aprovar o impeachment, podendo a partir de amanhã (18) levar para o Senado, pela nossa expectativa temos 30 votos a mais do que precisamos, confiantes", disse o deputado.

A oposição precisa de 342 votos dos 513 deputados, para aprovar o processo, cada lado tenta agora convencer os indecisos. "Sabemos que estão usando de todos os meios e expedientes para se conseguir votos aqui em Brasília, alguns nada republicanos, mas a maioria já tem posição formada, como eu que resolvi há muito tempo", ponderou o peemedebista.

Para o deputado a presidente Dilma Rousseff (PT) não tem mais condições "políticas, morais e éticas" para governar o País. "Ela que ir para casa, para se começar um novo governo". Sobre o processo de impeachment no Senado Federal, Resende acredita que a pressão popular nas ruas deve ditar o ritmo, para a decisão final sobre o assunto.

A bancada federal de Mato Grosso do Sul tem cinco votos declarados a favor do impeachment: Geraldo Resende (PSDB), Luiz Henrique Mandetta (DEM), Elizeu Dionísio (PSDB), Tereza Cristina (PSB) e Carlos Marun (PMDB) e três contra: Zeca do PT, Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions