A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/03/2014 12:09

Giroto diz que edital para privatização das rodovias sairá na semana que vem

Leonardo Rocha
Giroto explicou que serão lançadas dois editais de licitação e que valor mínimo para os lotes será de R$ 50 milhões (Foto: Arquivo)Giroto explicou que serão lançadas dois editais de licitação e que valor mínimo para os lotes será de R$ 50 milhões (Foto: Arquivo)

O secretário estadual de Obras, Edson Giroto, revelou hoje (20), durante evento na Assembleia Legislativa, que o edital para abertura de licitação das 11 rodovias que serão concedidas a iniciativa privada serão apresentados na semana que vem. De acordo com ele, está sendo preparado o conteúdo de exigências para as empresas interessadas em participar do certame.

“Temos que definir os critérios para duplicação das vias, assim como vai funcionar o atendimento ao usuário, como vai ser feito o monitoramento das rodovias, assim como a central que vai controlar todas estas funções”, ressaltou ele.

Giroto destacou que serão lançados dois editais, uma com um bloco de rodovias e outro com dois blocos de rodovias. “Esperamos que após a definição dos vencedores, depois de 30 dias já se comece as tratativas e assinatura de contrato”.

O secretário ressaltou que o modelo de concessão será a “onerosa” com valor mínimo de cada lote de R$ 50 milhões. “Resolvemos que o governo será contemplado com recursos para aplicarmos nas vias que exigem mais cuidado no Estado”.

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou ontem (19) que este processo de licitação deve durar seis meses e que por esta razão ele pediu mais agilidade e empenho dos deputados na aprovação do projeto.

Puccinelli também garantiu que o pedágio será cobrado em média R$ 4,20 e que esta concessão irá trazer várias melhorias para o Estado, com contribuição tanto para segurança como para economia regional.

As rodovias serão privatizadas para empresa que ficará responsável por realizar a execução de obras, administração, operação e manutenção do local, assim como sua devida exploração.

Neste projeto estão a MS-040, entre Campo Grande e Santa Rita do Pardo; MS-112, entre Cassilândia e Três Lagoas; MS-180, entre Iguatemi e Juti; MS-135, entre a BR-359 e Chapadão do Sul; MS-223, entre a BR-359 e Figueirão; MS-289, entre Coronel Sapucaia e a BR-163; MS-295, entre Paranhos e a divisa com o Paraná; MS-306, entre Chapadão do Sul e a BR-158; BR-316, entre Costa Rica e Inocência; MS-338, entre Ribas do Rio Pardo e a BR-060 ; e MS-395, entre Bataguassu e a BR-158.



TÁ. DIZ AI PRA MIM: SERÁ QUE VAI TER EMPRESA INTERESSADA EM ASSUMIR RODOVIAS SEM TRANSITO INTENSO, TENDO DE FAZER UM INVESTIMENTO BRABO NO INICIO DA GESTÃO?????????
ESSES CABRAS TÃO É DOIDIM PRA CONSEGUIR VERBA PRA CAMPANHA.
 
WALTER SEVERO em 20/03/2014 13:45:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions