A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

26/11/2014 12:25

Governador eleito promete não interferir em eleição na Assembleia

Paulo Fernandes e Leonardo Rocha
Reinaldo Azambuja conversou com deputados, entre eles o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (foto: Marcos Ermínio)Reinaldo Azambuja conversou com deputados, entre eles o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (foto: Marcos Ermínio)

O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou, nesta quarta-feira (26), que irá respeitar a independência da Assembleia Legislativa e não irá interferir na escolha dos membros da Mesa Diretora.

“Eu não vou vetar nenhum nome porque a Casa é independente. Vamos respeitar a independência dos poderes. Certamente vão escolher com equilíbrio, de acordo com a bancada de cada partido”, disse. O deputado Junior Mochi (PMDB) é apontado como o nome mais forte para suceder Jerson Domingos, do mesmo partido, na presidência.

Reinaldo disse também que irá respeitar a oposição. “O que for decidido [sobre a eleição da Mesa] será respeitado, assim como os deputados que vão ficar na situação e na oposição. A oposição será respeitada”, afirmou.

O governador eleito declarou ainda que Mato Grosso do Sul precisa muito do apoio do governo federal e que a presidente Dilma Rousseff abriu diálogo com os governadores de partidos da oposição e disse acreditar que ela terá disposição de ajudar o Estado.

“Mato Grosso do Sul depende muitos de investimentos do governo federal - rodovias, portos, modernização dos aeroportos, duplicação de rodovias, segurança, principalmente na fronteira, onde existe tráfico internacional de drogas, além do sistema prisional, que tem vários presos federais”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions