A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

02/05/2017 12:49

Governador vai à Bolívia conversar sobre a importação de gás natural

Priscilla Peres e Leonardo Rocha
Governador viaja nesta semana. (Foto: Marcos Ermínio)Governador viaja nesta semana. (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai passar três dias na Bolívia para discutir sobre a importação de gás natural. Ele se ausenta do país de 4 a 6 de maio e em seu lugar assume a vice-governadora Rose Modesto (PSDB).

A licença foi pedida hoje na Assembleia Legislativa e aprovada pelos deputados. O vice líder do governo, Beto Pereira (PSDB), detalhou que a viagem é para conversar com o governo boliviano sobre a compra dos gás e durante os três dias Reinaldo vai visitar duas cidades, Tarija e Santa Cruz de La Sierra.

Lá ele deve encontrar autoridades e ministros do país vizinho. O Brasil importa gás natural da Bolívia há 17 anos, mas o contrato é feito por meio da Petrobras que compra e distribui o combustível entre seus clientes.

O contrato de importação entre a estatal e o país vizinho termina em 2019 e está em etudo a possibilidade de cada empresa negociar e comprar a quantidade do combustível que lhe interessa, diretamente com a Bolívia.

O governo de Mato Grosso do Sul tem enfrentado problemas na arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço) devido a decisão recente da Petrobras de priorizar o uso do gás natural produzido aqui.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions