A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

30/05/2018 08:18

Governador vai se reunir com representantes do setor de combustível

Reunião vai ocorrer a partir das 9h40, com a participação da OAB-MS e do Procon-MS

Leonardo Rocha
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ao lado do deputado Junior Mochi (Foto: Paulo Francis)Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ao lado do deputado Junior Mochi (Foto: Paulo Francis)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) se reúne hoje (30), a partir das 9h40, com a direção do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes MS), além de representantes dos revendedores dos combustíveis, para discutir a paralisação dos caminhoneiros, assim como redução da alíquota do ICMS do diesel.

A reunião que vai ocorrer no gabinete do governador, no Parque dos Poderes, ainda vai contar com representantes do Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e a OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de MS). A pauta é o anúncio feito ontem (29) por Azambuja que pretende reduzir o ICMS do diesel de 17% para 12%, mas só depois que a greve terminar.

O governador ainda explicou que quer a garantia do setor de transportes que esta redução de ICMS (diesel) tenha efeito direto na bomba dos postos de combustível, já que quando promoveu a diminuição do imposto em 2015, não teve resultados positivos nos valores cobrados, assim como no aumento do consumo do produto.

Reinaldo divulgou que a greve dos caminhoneiros trouxe prejuízos de R$ 100 milhões por dia às indústrias e R$ 80 milhões à agropecuária. Para tomar medidas mais urgentes sobre a situação, decretou situação de emergência em Mato Grosso do Sul, para ter meios de enfrentar a crise durante este período.



Beleza....e a gasolina, como fica?
 
DS em 30/05/2018 08:51:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions