A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

18/05/2015 16:06

Governo vai por aposentados em órgãos para liberar 200 PMs nas ruas

Lidiane Kober
Governador e presidente do TCE assinaram convênios (Foto: Fernando Antunes)Governador e presidente do TCE assinaram convênios (Foto: Fernando Antunes)

Para ajudar o Governo do Estado a dar mais segurança aos sul-mato-grossenses, os Poderes decidiram trocar policiais ativos por inativos e as ruas devem ganhar 200 novos profissionais.

O acordo começou a valer já nesta segunda-feira (18), no TCE (Tribunal de Contas do Estado), após assinatura de renovação de cedência de militares inativos para fazer a vigilância patrimonial do órgão.

“A iniciativa servirá de modelo para os outros Poderes e vamos devolver 200 policiais para fazer segurança nas ruas”, destacou o presidente do TCE, conselheiro Waldir Neves Barbosa.

Presente no ato de assinatura, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) aproveitou para reforçar compromisso de convocar 1.141 aprovados em concurso para atuar na segurança pública do Estado.

No mesmo ato, o TCE cedeu ao governo uma ambulância e uma van. Os veículos estavam ociosos no órgão e servirão para reforçar ações nas áreas de saúde e segurança pública.

“Estamos preocupados com a crise e, neste momento, todos temos que ajudar e enxugar despesas”, ressaltou o presidente do tribunal.

Mais transparência – Além disso, governo e TCE fecharam acordo de cooperação e o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) passará, em tempo real, todos os contratos firmados para serem acompanhados pelo tribunal.

“É uma medida que vai de encontro à gestão com transparência e vai ajudar a corrigir em tempo hábil eventuais distorções em contratos”, disse Neves.

Segundo o governador, esse é o primeiro passo no sentido de interligar, em tempo real, todas as secretarias, autarquias e fundações do Estado ao Tribunal de Contas.

Policiais Civis participam de assembleia quinta para avaliar indicativo de greve
Os policiais civis decidiram em reunião ontem que vão participar de assembleia unificada na próxima quinta-feira, convocada por servidores estaduais,...
Estado terá de promover policiais que foram preteridos em curso de formação
O Estado de Mato Grosso do Sul terá de promover militares da Polícia Militar que realizaram curso de formação de sargentos em 2013 e até o momento fo...



São uns pândegos mesmo. Alguém perguntou pros aposentados se eles topam? Tribunal de faz de Contas é a melhor definição!!!! "Transparência"... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Bergo em 19/05/2015 09:15:28
“É uma medida que vai DE ENCONTRO à gestão com transparência..." KKKKKKKKK...

Definitivamente é pra rir...
 
jailma soares em 19/05/2015 08:08:57
Aproveitando que o Presidente Waldir Neves falou em transparência, o TCE deveria divulgar a lista dos terceirizados demitidos pela SELETA, já que a todo momento fala que está cumprindo o TAC. E por que o MPE também não exigiu a divulgação dessa lista? E mais, o TCE deveria divulgar a ampla lista de estagiários que estão sendo contratados, quanto ganham, qual função ...
 
Amanda em 19/05/2015 08:01:37
Essa é pra rir ou pra chorar!? O sr. Waldir Neves e seu Tribunal de Faz de Contas falando em transparência!?
 
Annalice em 18/05/2015 21:03:23
Geralmente o Policial Militar aposentado ( da reserva remunerada ) ou ele é Cabo ou Sargento da PMMS.
Quero ver aonde o Governador vai encontrar um Policial Militar aposentado, para voltar a trabalhar, arriscando a tomar um tiro e morrer por um miserável abono de R$ 780,00 isso mesmo, ( setecentos e oitenta Reais ).
Governador o Senhor tá de brincadeira.
 
Verissimo em 18/05/2015 17:40:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions