A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

27/07/2018 09:38

Harfouche troca candidatura ao Senado pela disputa ao governo de MS

Procurador licenciado era pré-candidato ao Senado, mas decidiu mudar o cargo a pedido do partido

Leonardo Rocha
Procorador licenciado, Sérgio Harfouche, vai anunciar seu nome ao governo (Foto: Marina Pacheco - Arquivo)Procorador licenciado, Sérgio Harfouche, vai anunciar seu nome ao governo (Foto: Marina Pacheco - Arquivo)

O procurador licenciado Sérgio Harfouche (PSC), que era pré-candidato ao Senado, resolveu a pedido do partido, disputar o governo estadual. Ele vai fazer o anúncio oficial nesta tarde (27), em sua residência. A decisão foi tomada ontem (26), durante reunião estadual do PSC, tendo o aval dos militantes que queriam candidatura própria.

De acordo com a coordenadora da campanha, Alcina Reis, os filiados do partidos e outros grupos  chegaram ao partido para pedir que Harfouche disputasse o governo, ao invés do Senado. “Eles entenderam que neste momento ele poderia acrescentar mais aqui em Mato Grosso do Sul, ao invés de ir para Brasília”.

A possibilidade foi levada ao partido e o presidente regional do PSC, Cláudio Cavol, colocou a questão em votação na reunião de ontem. “Havia duas opções para o governo, que era ter candidatura própria ou apoiar o nome de Odilon (Oliveira), mas o partido preferiu sair para disputa”, explicou a coordenadora.

A decisão foi levada ao procurador, que aceitou sair como pré-candidato ao governo, ao invés do Senado. Foi marcada uma coletiva de imprensa hoje (27), a partir das 14h, para o lançamento oficial do seu nome, assim como as razões que levaram o partido a fazer esta mudança.

Atuação - Harfouche atuava na área de Infância e Adolescência no Ministério Público, quando inclusive participou de uma polêmica na Assembleia, sobre o projeto em que alunos reparavam danos nas escolas, após atos de vandalismo. A proposta que levava seu nome gerou debates e discussões entre os parlamentares, inclusive na comunidade escolar.

Para “apaziguar os ânimos”, o projeto sofreu várias alterações e foi retirado o nome do procurador do seu título, sendo depois aprovado na Assembleia, após acordo. Ele (Harfouche) ainda recebeu críticas em relação a uma palestra que fez em Dourados, onde defendia a implementação de seu projeto no município.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions