A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

04/11/2014 11:18

Indicação de Jerson Domingos para o TCE recebe apoio de 19 deputados

Michel Faustino e Leonardo Rocha
Jerson recebe o apoio dos colegas e deve ser o único indicado para concorrer a vaga do TCE (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)Jerson recebe o apoio dos colegas e deve ser o único indicado para concorrer a vaga do TCE (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)
Lista com apoio a Jerson Domingos já chega a 19 deputados, só não assinaram aqueles que faltaram a sessão (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)Lista com apoio a Jerson Domingos já chega a 19 deputados, só não assinaram aqueles que faltaram a sessão (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)

A condução do deputado Jerson Domingos (PMDB), atual presidente da Assembleia Legislativa, para o TCE (Tribunal de Contas do Estado, começou a ganhar “força” com o inicio do processo de indicação para a vaga do ex-conselheiro Cicero de Souza, que se aposentou na semana passada. Dezenove dos 24 deputados assinaram termo favorável ao nome de Jerson para a vaga durante sessão de hoje.

Por “direito”, a vaga deixada por Cicero de Souza, ex-deputado estadual, será preenchida por indicação da Casa. Conforme o rito, qualquer deputado pode disputar a vaga de conselheiro, sendo necessário ter o apoio de ao menos oito deputados.

Desde o início, o nome de Jerson Domingos tem sido cotado como o “sucessor natural” de Cicero, porém, apesar de se sentir “lisonjeado” com o apoio massivo dos colegas, o deputado é enfático em dizer que a decisão depende única exclusivamente da casa.

O termo de indicação para a vaga segue agora para analise da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), com prazo de 48h. Caso a comissão não faça a analise em tempo hábil ficará a cargo da presidência definir a data de votação.

Na disputa – Outro postulando a vaga é o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR). Apesar de “admitir” estar no pleito, Arroyo crê na possibilidade de assumir a vaga que possa ser deixada pela eventual aposentadoria do conselheiro José Ricardo Pereira Cabral, atual presidente do TCE.

Cabral já anunciou que há possibilidade de se aposentar em função de um tratamento prolongado de saúde e que apesar desta decisão não estar definida, pode acontecer até o final do ano. Entre os cotados para vaga estão o deputado estadual Antônio Carlos Arroyo (PR) e o secretário de Obras, Edson Giroto (PR), ambos não disputaram eleição neste ano.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions