A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

15/07/2014 12:45

Jerson encerra 1º semestre em clima de despedida e no comando do Estado

Ludyney Moura
Jerson Domingos vai comandar Mato Grosso do Sul por 15 dias na ausência de André Puccinelli. (Foto: Giuliano Lopes/ALMS) Jerson Domingos vai comandar Mato Grosso do Sul por 15 dias na ausência de André Puccinelli. (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)

Na presidência da Assembleia Legislativa há oito anos, o deputado Jerson Domingos (PMDB) fez hoje, durante a última sessão do semestre, um balanço das ações parlamentares da Casa de Leis, e se emocionou ao declarar que se prepara para sua despedida do mandato.

Para o presidente, o saldo do primeiro semestre é positivo para o Estado. “Todas as atividades, debates, ideologias foram expostas de forma respeitosa, transparente, democrática e harmônica por este parlamento. Nós temos um recesso muito curto, de apenas 15 dias. É o tempo para recarregar as baterias para voltar no restante do ano. E já começa dar saudade, sabendo que falta só um semestre. Esquecer dos trabalhos, atribuição, do respeito e carinho com que fui tratado. Começa a acordar de madrugada, e pensar e repensar, as vezes corre uma lágrima no canto dos olhos. É muito amor e muito sentimento”, disse emocionado Jerson Domingos.

Questionado se manteria ainda relacionamento com a imprensa, Jerson desconversou e criou suspense sobre seu futuro político. Ele é cotado para assumir uma vaga no TCE (Tribunal de Contas do Estado), motivo pelo qual abriu mão de disputar as próximas eleições. Como conselheiro estadual, o peemedebista precisa se desfiliar do PMDB, o que também fará nos próximos dias porque apoia a candidatura de Delcídio do Amaral (PT) ao governo, em detrimento da candidatura de Nelsinho Trad (PMDB).

“Não é a mesma coisa, mas quem sabe no governo”, brincou o deputado, que na próxima semana vai assumir o Poder Executivo Estadual, já que a Assembleia aprovou, por decreto, a viagem do governador André Puccinelli (PMDB) para o exterior no período compreendido entre os dias 21 de julho a 6 de agosto.

Nos primeiros seis meses do ano, a Assembleia analisou 200 projetos, dos quais 133 foram aprovados. Também encaminhou 908 indicações, 367 moções e 18 emendas. Os parlamentares promoveram durante o período 10 audiências públicas, 19 sessões solenes, 62 sessões ordinárias e 10 extraordinárias.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions