A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

27/12/2016 15:49

Juros menores vão ajudar a recuperar a economia, diz dirigente da Sudeco

Paulo Nonato de Souza
Superintendente da Sudeco, o ex-deputado federal Antonio Carlos Nantes de Oliveira (Foto: Arquivo)Superintendente da Sudeco, o ex-deputado federal Antonio Carlos Nantes de Oliveira (Foto: Arquivo)

As novas taxas de juros para o FDCO (Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste), anunciadas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), por meio da Resolução nº 4.543, vão possibilitar novo fôlego aos empresários e ajudarão a impulsionar o crescimento dos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal, disse nesta terça-feira o superintende da Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste), Antonio Carlos Nantes de Oliveira.

De acordo com a decisão do Conselho Monetário Nacional, o encargo mínimo diminuiu de 9,5% para 8,5% e o máximo de 11% para 10%. Os novos juros valerão de 1º de janeiro até 31 de março de 2017.

“A redução nas taxas dará mais segurança ao setor produtivo. Mais do que isso, a decisão do Banco Central é um fato concreto na direção da recuperação da nossa economia", ressaltou o dirigente da Sudeco.

A nova resolução define que "prevalecerá a menor taxa entre aquela vigente na data da aprovação da consulta prévia ou da carta consulta e aquela vigente na data de contratação do financiamento". Ainda segundo o texto da matéria, "a taxa de remuneração dos recursos dos fundos será correspondente ao período de vigência da taxa de juros efetivamente contratada".

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions