A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

15/03/2012 15:59

Kemp pede atuação do MP contra obrigatoriedade do cartão em ônibus

Wendell Reis

Pedro Kemp contou a história de um adolescente que foi obrigado a descer de um ônibus à noite porque não conseguiu recarregar o cartão

Deputado pediu para prefeitura flexibilizar a exigência do uso do cartão (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes)Deputado pediu para prefeitura flexibilizar a exigência do uso do cartão (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes)

O deputado Pedro kemp (PT) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (15) para falar dos problemas causados a população por conta da obrigatoriedade do uso de cartões nos ônibus do transporte coletivo em Campo Grande. kemp pediu auxílio do MP (Ministério Público), para que seja respeitado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com a prefeitura.

Kemp diz que entre as reclamações estão a falta de pontos de venda de cartão, embora as empresas aleguem que existam 900 pela cidade. O deputado revela que recebeu diversas reclamações de usuário sobre a obrigatoriedade do uso de cartões, lembrando que muitas pessoas do interior visitam a Capital e são pegas de surpresa pela situação.

O deputado contou a história da passageira Beatriz Alonso Santo Agostinho. Ela relatou a Kemp que o filho de 15 anos foi obrigado a descer de um ônibus no período da noite porque não conseguiu recarregar o cartão e o motorista não aceitou dinheiro.

Pedro Kemp ressaltou ainda que a medida fere o Código de Defesa do Consumidor, que veda ao fornecedor de produtos ou serviços a recusa a quem deseja adquirir algo por meio de pronto pagamento. O deputado também disse que Campo Grande tem uma das tarifas mais caras do País e possui inúmeras deficiências no serviço.

Kemp e os deputados Cabo Almi (PT), Alcides Bernal (PP), Eduardo Rocha (PMDB) e Mara Caseiro (PTdoB) sugeriram medidas para flexibilizar a exigência do uso do cartão.Kemp disse que aguardará um posicionamento do MP, mas pode entrar com uma medida judicial caso não se encontre uma solução.



É muito louvavel a atitide dos deputados que estão ao lado da população campo-grandense, que pela incapacidade do poder publico de oferecer segurança ao usuário do transporte coletivo, submete a população a obrigatoriedade do uso do cartão. O perido de ditadura faz parte do passado.
 
adeilson rodrigues em 16/03/2012 06:39:36
infelizmente o povo tem que escolher, ou ser roubado e talvez levar um balaço na cabeça dentro do buzão ou se adptar ao cartão...porque os politicos não vão melhorar a segurança publica!!! alguem tem que pagar o pato!!
 
daniela rodrigues em 16/03/2012 01:28:35
Senhores Deputados, ao invés de ficar nos gabinete, vão aos terminais de transbordo e consequentemente utilizem os ônibus para se ter uma idéia real da situação. Fato que caberia aos Vereadores não é! realmente a situação é humilhante e vai contra os príncipios do Código de defesa consumidor, por que tiraram os Cobradores? cadê o dinheiro da folha de pagto. desses colaboradores hem!! é utopia!
 
Valter Vieira Alves em 15/03/2012 09:16:26
Até que enfim alguém lembrou de quem depende do transporte coletivo, que paga seus impostos e deveria ser lembrado e ouvido quando se toma uma medida que vai atingi-lo.Somos lembrados nos momentos de eleição , pois vão precisar do nosso voto que vai eleger os nossos representantes ou que deveria ser. Parabéns, deputado Pedro Kemp, por lembrar do povo!!!!!!!!!!!!
 
Livia da souza em 15/03/2012 07:02:55
Dinheiro em espécie nem índio usa mais. Somente cartões. Prático, rápido e seguro. Quem reclama é porque não conhece o sistema de transporte da maioria das capitais. E o nobre deputado deveria se preocupar é com a segurança dos usuários, que teve diminuído o número de assaltos a ônibus em quase 100%. Agradar a todos é impossivel, retroceder é burrice.
 
Taylor Mello em 15/03/2012 06:26:48
ALELUIA...!!! Até que enfim alguém em sã consciência está fazendo alguma coisa. É para isso que servem os nossos e deputados, para ficarem em prol do povo e não contra eles. Parabéns ao deputado, com certeza esse gesto o povo não vai esquecer... rsrsr
 
Marcelo Max em 15/03/2012 05:18:21
Isso é um absurdo o que está ocorrendo em Campo Grande , hoje eu vi um rapaz passando uma humilhação dentro do coletivo ele não tinha cartão pois alegou que não tinha ponto de venda de recarga no seu bairro ai o motorista fala que era para ele se virar , pois senão ele ia descer em qualquer lugar , fiquei indignado e fui reclamar com o fiscal que tomou as providencias.
 
Luiz Carlos Martins em 15/03/2012 04:42:35
Hoje registrei um Boletim de Ocorrencia. Pois, o motorista do "fresquinho" se recusou a receber em dinheiro, e tambem me mandou descer do onibus. Passei a maio vergonha, humilhação. Espero que o Ministerio Publico saia em defesa dos cidadãos, pois, é um absurdo, isso que a assetur está fazendo
 
vanda de paula em 15/03/2012 04:20:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions