A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/05/2010 09:27

Lula tem muita segurança e pouca platéia na 1ª agenda

Redação

A primeira agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na fronteira entre o Brasil e o Paraguai tem um forte aparato de segurança, que afastou do palanque a população. Quem não tinha credenciamento, ficou longe, só lideranças políticas puderam se aproximar. Algumas famílias foram receber a comitiva, mas no aeroporto de Ponta Porã.

Do lado brasileiro, estão representantes da Força Nacional de Segurança, Polícia Federal e Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais). Do outro lado, soldados do exército Paraguaio.

Lula e o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, acabaram de descerrar um placa, na praça central de Ponta Porã, simbolizando a amizade entre os dois países.

Uma quadra acima e uma abaixo da praça, há poucos populares. Do lado paraguaio da avenida Internacional, algumas pessoas sacodem bandeiras do País vizinho.

Lula chegou à praça junto com o governador André Puccinelli (PMDB). Em seguida, chegaram os prefeitos Ari Artuzi (PDT), de Dourados, Flávio Kayatt (PSDB), de Ponta Porã, e Nelsinho Trad (PMDB), de Campo Grande.

Lula e Lugo tiraram muitas fotos com autoridades locais, e seguiram para a sede do 11º Batalhão de Cavalaria Mecanizada, onde discutirão assuntos relativos à usina binacional de Itaipu.

Uma das bandeiras de campanha de Lugo era a revisão do tratado. Hoje, Brasil e Paraguai têm direito cada um a 50% da energia produzida, mas o país vizinho só utiliza 5% do total. O resto, exporta para o Brasil.

Uma das propostas que o presidente Lula deve apresentar a Lugo é a construção de uma linha de transmissão que vai de Itaipu a Assunção.

Dois pontos são motivos de reclamação por parte do Paraguai: o livre comércio da energia e os valores pagos pelo Brasil.

Outro assunto que deve ter muito destaque na conversa entre os dois presidentes é a segurança na região de fronteira.

Depois da reunião, Lula deve almoçar com o presidente paraguaio e lideranças políticas do Estado. Também vai inaugurar o Centro de Convenções Miguel Gómez, em Ponta Porã.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions