A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/08/2016 12:45

Maioria do PMDB vai apoiar Rose Modesto na eleição, diz Mochi

Leonardo Rocha
Mochi diz que vai deixar sua equipe a disposição para ajudar Rose (Foto: Assessoria/ALMS)Mochi diz que vai deixar sua equipe a disposição para ajudar Rose (Foto: Assessoria/ALMS)

O presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi, confirmou que a maioria dos quadros do seu partido vai apoiar a vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), para prefeitura de Campo Grande. Ele voltou a dizer que caberá a cada liderança ou candidato a vereador escolher quem prefere pedir voto na Capital.

Mochi também revelou que vai colocar sua equipe a disposição para ajudar na Capital, na campanha da candidata tucana, porém lembrou que sua principal base eleitoral continua sendo o município de Coxim, cidade no qual já foi prefeito. "A verdade é que nem voto em Campo Grande, meu título continua sendo de Coxim, porém vou ajudar no que estiver ao alcance.

O vice-presidente do PMDB, o deputado Eduardo Rocha, também confirmou que vai apoiar a vice-governadora em Campo Grande, lembrando que os tucanos já estiveram em vários momentos ao lado do PMDB no município, alegando que se trata de uma "parceria antiga". O parlamentar também citou que vai contribuir em mais de 14 cidades. menos na sua principal base. "Em Três Lagoas só ajudo os candidatos a vereador, não apoio ninguém para prefeito".

Escolha - A direção estadual do PMDB decidiu lançar chapa pura de vereadores em Campo Grande, sem vínculo com os candidatos a prefeito. O partido desistiu da candidatura própria, depois que sua principais lideranças desistiram da disputa.

Os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet preferiram continuar os trabalhos em Brasília, enquanto que o ex-governador André Puccinelli (PMDB), depois de muita insistência, chegou a pedir prazo para pensar no assunto, mas no final também declinou da possibilidade. O PMDB esteve a frente da cidade de 1993 até 2012.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions