ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 16º

Política

Mais dois candidatos registram candidatura ao governo de MS

Advogado, com patrimônio de R$ 6 milhões, e engenheiro, que tem bens de R$ 1 milhão, oficializaram a entrada na disputa pelo Executivo estadual

Anahi Zurutuza | 14/08/2018 11:41
João Alfredo (Psol) na foto que estará disponível na urna (Foto: TRE-MS/Divulgação)
João Alfredo (Psol) na foto que estará disponível na urna (Foto: TRE-MS/Divulgação)
Marcelo Bluma (PV) sorri para foto que também aparecerá na urna (Foto: TRE-MS/Divulgação)
Marcelo Bluma (PV) sorri para foto que também aparecerá na urna (Foto: TRE-MS/Divulgação)

Com declaração de bens que somam R$ 6,6 milhões e R$ 1,3 milhão, respectivamente, o empresário e advogado João Alfredo (Psol) e o engenheiro Marcelo Bluma (PV) também já registraram as candidaturas ao Governo de Mato Grosso do Sul. Até esta segunda-feira (13), o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) haviam feito o registro o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz federal Odilon de Oliveira (PDT).

João Alfredo declarou patrimônio total de R$ 6.654.000,00, composto de imóveis e veículos. O candidato é advogado, já foi vice-prefeito de Ribas e se candidatou a prefeito da cidade a 103 km de Campo Grande por mais de uma vez. Antes de migrar para o Partido Socialismo e Liberdade, João Alfredo foi do PHS (Partido Humanista da Solidariedade).

O Psol oficializou chapa pura, com Osvaldina Maria de Freitas, Diná Freitas, da mesma legenda, como candidata a vice. Ela declarou patrimônio de R$ 144 mil.

Também já enviou os documentos e a declaração de bens à Justiça Eleitoral, o engenheiro Marcelo Bluma (PV). Pela primeira vez candidato ao governo, ele diz ter patrimônio que somam R$ 1.374.352,05. Imóveis são a maior parte dos bens do candidato.

A professora Ana Maria Carneiro Bernadelli (Rede) é a vice na chapa “O Nosso Movimento é por Mudança”, encabeçada pelo PV, que também coligará com o PCdoB. Ela declarou bens que somam R$ 33 mil.

Mais candidatos –O juiz federal Odilon de Oliveir (PDT) foi o primeiro a registrou a candidatura. Ele tem R$ 1.599.131,35 em bens. A lista de bens do Pastor Marcos Vitor (PRB), vice de Odilon, ainda não foi cadastrada, conforme o sistema disponibilizado pela Justiça Eleitoral.

A coligação, formada ainda pelo Podemos, foi batizada de “Esperança e mudança”.

O candidato com maior patrimônio declarado até agora é Reinaldo Azambuja (PSDB). Produtor rural em Maracaju, o governador declarou R$ 33.698.697,47 em bens.

Murilo Zauith (DEM), o candidato a vice, declarou R$12.479.014,52. A coligação “Avançar com Responsabilidade”, registrada no dia 10, é formada por 14 partidos.

Candidaturas - Até agora, 140 candidatos entregaram a documentação ao TRE-MS. A Justiça Eleitora ainda tem de analisar todos os dados declarar os concorrentes aptos ou inaptos. O prazo para fazer o registro termina nesta quarta-feira (15). 

Matéria alteradas às 12h48 para correção de informação.

Nos siga no Google Notícias