A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/08/2013 14:44

Mais uma reunião termina sem acordo sobre novo diretório do PT em MS

Jéssica Benitez e Leonardo Rocha

Mais uma vez não houve consenso entre petistas sul-mato-grossenses sobre a formação de chapa do novo diretório regional da sigla. Segundo o atual presidente, Marcos Garcia, a cúpula ainda não conseguiu agregar as três correntes que sustentam a legenda no Estado. A única definição até o momento é a de que o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT), será o novo presidente a partir de 2014. O objetivo é que a chapa seja consensual.

A reunião ocorreu na manhã desta sexta-feira no escritório do deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT). O prazo final para protocolar a chapa é segunda-feira (11) até às 18h, por isso, petistas devem passar o final de semana reunidos em busca de acordo. “Até lá vamos fazer várias reuniões para chegar ao consenso”, disse Marcos.

Tamanho esforço para chegar a um acordo e fechar chapa única se deve ao fato de o senador Delcídio do Amaral (PT) condenar rachas no partido em ano pré-eleitoral. Já anunciado candidato do PT ao governo do Estado, ele teme que disputa dentro da sigla respingue em sua campanha no ano que vem.

De janeiro para cá o cenário da eleição para o diretório regional mudou bastante. Inicialmente, o ex-governador e atual vereador, José Orcírio Miranda, o Zeca do PT, anunciou candidatura à presidência da legenda. Na época Marcos também já havia dito que tentaria se manter no cargo e contava com apoio de Delcídio e outros nomes de peso.

O posicionamento de ambos estremeceu o relacionamento dos correligionários. A escolha de Paulo Duarte para o comando do diretório apaziguou a situação, porém, agora com a dificuldade de montar chapa única e as vésperas de ano eleitoral, o PT enfrenta outra série de discussões internas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions