A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/11/2012 20:29

Mal estar entre Bernal e Giroto marca reunião com a bancada em Brasília

Nícholas Vasconcelos
Bernal disse que pediu esforço máximo para deputados por emendas (Foto: reprodução/facebook)Bernal disse que pediu esforço máximo para deputados por emendas (Foto: reprodução/facebook)

Uma discussão entre o deputado federal Edson Giroto (PMDB) e o prefeito eleito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) marcou reunião da tarde desta terça-feira (27) com a bancada federal do Estado em Brasília.

Durante o encontro, Giroto contestou a declaração de Bernal feita para o jornal Midiamax de que ele deveria mudar o tom de campanha e passar ajudar Campo Grande. Giroto, que perdeu a eleição para Bernal, rebateu apresentando documentos e projetos que tem para a cidade. 

“Eu falei para que ele não se pautasse pelo que os jornais dizem”, afirmou Bernal sobre o encontro, em que o deputado federal estava acompanhado do empresário Antônio João Hugo Rodrigues, do jornal Correio do Estado, e presidente regional do PSD. A edição de hoje do jornal impresso afirmou que o prefeito eleito da Capital pode deixar a cidade perder de R$ 1 bilhão em recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Informações apuradas pelo Campo Grande News dão conta que no fim da reunião Giroto teria procurado Bernal para afirmar que trabalharia por Campo Grande, mas Bernal se recusou a conversar e afirmou que só falaria com o coordenador da bancada federal, o senador Waldemir Moka (PMDB). Procurado para falar sobre a discussão, Moka afirmou que prefere não se manifestar.

Sobre a reunião, Moka afirmou que Bernal fez um apelo para os parlamentares federais para que eles apresentem emendas que contemplem Campo Grande. “Ele apresentou as prioridades, uma dessas prioridades é a área da saúde”, comentou o senador.

Segundo Bernal, além da saúde, foram apresentadas as necessidades sobre infraestrutura, assistência social e o trabalho para melhorar a máquina pública.

“O máximo que eles puderem fazer é o que gente quer”, comentou o progressista. Bernal disse que a bancada federal se comprometeu a buscar emendas em prol da Capital e destacou a participação de Moka, do senador Delcídio do Amaral (PT) e de um assessor do senador Antônio Russo (PR), que está licenciado para se recuperar de um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

O prefeito eleito afirmou que se reuniu hoje em Brasília com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella e também com a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

Ele disse que permanece no Distrito Federal nesta quarta-feira (28) para outras articulações políticas.

Do total de 15 emendas, pelo menos cinco deve ser destinadas para Campo Grande.A bancada federal tem direito a 18 emendas coletivas que geralmente contemplam investimentos de grande porte.

Além disso, nas emendas individuais, os parlamentares podem destinar R$ 15 milhões em investimentos, cada um.

O Campo Grande News entrou em contato com o deputado Edson Giroto (PMDB), mas não obteve retorno.



Gileno....... Estou indignado, Bernal continua intransigente, dispensando emendas de verbas.
Giroto para quem não o conhece, sempre foi prestativo e ele mesmo disse, a campanha acabou, vamos trabalhar por Campo Grande, aí o Bernal da uma de bonzinho e não aceita.
( Vamos acordar Campo Grande ).
Eu, Gileno como presidente de Bairro já recorrí muito ao Giroto quando o mesmo era secretário de obras do município.
Normalmente o secretário de obras tem autonomia para alguns serviços sem recorrer ao prefeito ou a vereadores. Consegui com ele, pista de caminhadas para a população, duplicação de 42 luminárias ao longo da rua taquarí no B. Sto Antonio, implantação de 6 postes com luminárias nos pontos mais escuros e não tinha luminárias nem postes.
Que Bernal não passe 4 anos culpando Giroto.
Gieno.
 
Miguel B. Gieno em 28/11/2012 11:31:44
Senhores, por favor, a campanha política já acabou. Agora é hora de abandonarem orgulhos e vaidades, e todos juntos, buscarem o melhor para Campo Grande e Mato Grosso do Sul. No mínimo, pensem em vossas próprias reeleições.
 
Fernando Silva em 28/11/2012 02:21:19
Vaidade teu nome é politicos aff!!!
 
sandra lima em 27/11/2012 22:30:22
Parece que os melindres da campanha ainda permanecem, isto mostra o grau de politicos que temos. O Antonio João parece um papagaio de pirata está em todas.
 
paulo neres carvalho em 27/11/2012 21:22:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions