A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/08/2016 10:02

Mandetta desistiu de candidatura por tempo de TV e recusa do PMDB

Aline dos Santos e Mayara Bueno
Mandetta ( em pé) desistiu de candidatura e vai apoiar o PSD. (Foto: Mayara Bueno)Mandetta ( em pé) desistiu de candidatura e vai apoiar o PSD. (Foto: Mayara Bueno)

Tempo de televisão e a negativa de apoio do PMDB foram determinantes para que o DEM embarcasse na candidatura de Marcos Trad (PSD) à prefeitura de Campo Grande. Cotado como pré-candidato dos Democratas, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta explicou o motivo de desistência da candidatura própria.

“Um dos motivos é que não teria muito tempo de TV”, afirma o deputado. Outro fator foi negativa do PMDB de apoiar a candidatura do DEM a prefeito na Capital. “Dei a possibilidade de fazer debate junto, busquei o apoio do PMDB”, relata sobre a tentativa frustrada. Ainda conforme Mandetta, 20 dos 22 pré-candidatos a vereador do partido votaram a favor da aliança com Marquinhos Trad.

O DEM faz convenção nesta sexta-feira (dia 4) para homologar apoio à candidatura do PSD a prefeito e lançar 22 candidatos a vereador. A reunião dos democratas acontece no plenarinho da Câmara Municipal.

“O Mandetta tentou trabalhar na candidatura própria, mas demorou para começar a construção, o que dificultou nas coligações, achamos melhor a parceria”, afirma o presidente municipal do DEM, vereador Airton Saraiva.

Na chapa proporcional, o partido avalia coligação com o PTB e PEN. Vereador há quatro mandatos consecutivos, Saraiva anunciou que não vai disputar a reeleição. Ele vai ser coordenador da chapa de vereadores e pretende percorrer o interior do Estado para pavimentar o caminho da candidatura de deputado estadual.

Saraiva nega relação entre não sair candidato e o fato de ter sido denunciado pelo MPE (Ministério Público) na operação Coffee Break, que investigou compra de votos para cassação do prefeito Alcides Bernal (PP). Segundo ele, a desistência de tentar a reeleição é em nome do projeto maior de chegar à Assembleia Legislativa. Contudo, revelou aos jornalistas a vontade de “enterrar” esse último mandato.

Nas Eleições 2016, o DEM terá 10 candidatos a prefeito em Mato Grosso do Sul, como nas cidades de Maracaju, Tacuru, Laguna Carapã e Alcinópolis.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions