A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/12/2015 19:48

Manifestação contra impeachment de Dilma leva 2,8 mil às ruas da Capital

Filipe Prado e Alan Diogenes
Três mil pessoas participaram do protesto (Foto: Alan Diogenes)Três mil pessoas participaram do protesto (Foto: Alan Diogenes)

A manifestação a favor do governo e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) reuniu 2,8 mil pessoas no Centro de Campo Grande, na tarde de hoje (16), de acordo com a Guarda Municipal. Os campo-grandenses usaram vermelho para percorrer as ruas da cidade e pedir que a presidente não seja retirada do poder.

A passeata passou pelas ruas 14 de Julho, Marechal Cândido Mariano Rondon e 13 de Maio. Depois o grupo voltou para a Praça Ary Coelho. O coordenador da Frente Brasil Popular do Estado, Mario Fonseca da Silva, apontou que o protesto não é necessariamente a favor do governo, mas “para lutar pela democracia feita pela população através das urnas”.

João Guerreiro, 59 anos, levava uma bandeira do Brasil consigo, alegando querer defender o Governo e o resultado das eleições. “Não é um pedido que ela fique, mas que tudo seja feita de forma justa”, comentou. De acordo com a organização do evento, três mil pessoas se reuniram no ato.

Vários movimentos participaram do manifesto, como a CUT (Central Única dos Trabalhadores), MST (Movimento Sem Terra) e Lideranças Indígenas, como Elizete Almeida, 52, da Aldeia Água Bonita.

Ela assegurou que a presidente ajudou a população carente do país, com recursos como Bolsa Família. “Ela ajudou muito, principalmente as causas indígenas”.

Mas nem todos que estavam no protesto, tinham o mesmo objetivo. O motorista Ronaldo França, 33, passava pelo local, mas teve que esperar o movimento sair da rua. “Acho isso, no mínimo, vergonhoso. Porque não faz isso no sábado ou domingo, que o fluxo é menor”.

Irritado com o trânsito, o motorista afirmou que não é a favor da manifestação pró Dilma. “Ela sabe de toda a corrupção, como investigada na Lava Jato, mas não faz nada para combater isso”, comentou Ronaldo.

O manifesto foi a favor da presidente Dilma (Foto; Alan Diógenes)O manifesto foi a favor da presidente Dilma (Foto; Alan Diógenes)



Isso só mostra o quanto realmente é atrasado o campo grandensse, são pessoas que preferem continuar ganhando 200, 300 reais por mes para não fazer nada do que ver a prosperidade do país em que vivem e consecutivamente melhorar de vida, o Marcos disse tudo, são parasitas que sugam dinheiro do governo ao inves de aprender uma profissão e crescer na vida, são pessoas fadadas a morrer na miséria e sem instrução alguma, tomara que seus filhos tenham cabeça melhor para que não se tornem pseudo escravos do PT.
 
Max em 17/12/2015 09:14:44
Bem tipico de PARASITAS pessoas que vivem encostadas em "projetos sociais".
Plena Quarta Feira maioria da população TRABALHANDO, e as amebas encontram tempo de defender um governo corrupto.
 
Marcos em 17/12/2015 05:07:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions