A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/09/2013 17:21

Marun diz que posição de Esacheu dá “munição” a adversário

Zemil Rocha
Marun dá puxão de orelha em Esacheu Nascimento (Foto: Arquivo)Marun dá "puxão de orelha" em Esacheu Nascimento (Foto: Arquivo)

O secretário estadual de Habitação, Carlos Marun, lamentou a atitude do correligionário Esacheu Nascimento, ex-presidente regional do PMDB, de manifestar posição contrária ao lançamento da candidatura de Nelsinho Trad ao governo do Estado, feita na sexta-feira pela Executiva regional do partido. Atual vice-presidente do PMDB estadual, Esacheu faltou à reunião, assim como o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos, e o deputado federal Marçal Filho.

“Trata-se de decisão tomada por unanimidade em reunião na qual deveriam ter sido colocadas as eventuais opiniões divergentes. O partido possui fóruns apropriados para discussões desta relevância e opiniões isoladas neste momento prejudicam o processo e servem de munição para aqueles que não querem ver o partido disputando com candidatura própria as próximas eleições”, reagiu Marun, em nota divulgada hoje em sua página no Facebook.

Considerada a proximidade que Marun tem do governador André Puccinelli, dificilmente uma nota dessa seria divulgada sem ele ter conversado antes com seu chefe. O tom da nota, portanto, é de enquadramento e "puxão de orelha".

Para Marun, o comportamento de Esacheu é inaceitável. “Nesse momento, aqueles com posição contrária têm de respeitar a decisão do partido. Se quiser pessoalmente ficar de fora da campanha eleitoral é direito de todo filiado, mas não pode falar contra como integrante do partido”, afirmou Marun. “Nossa candidatura é do Nelsinho Trad”, sentenciou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions