A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

22/10/2013 16:01

Mesmo com agravamento da crise, PT ainda tem “esperança” em Bernal

Zemil Rocha
Após 10 meses insistindo em mudanças, PT ainda crê que Bernal irá adotá-las (Foto: Cleber Gellio)Após 10 meses insistindo em mudanças, PT ainda crê que Bernal irá adotá-las (Foto: Cleber Gellio)

O PT ainda tem “esperança” de que o prefeito Alcides Bernal (PP) supere a crise política, começando por atender as reivindicações petistas no sentido de melhorar a interlocução política e atrair mais partidos aliados para a administração municipal. Mesmo com Bernal sob a mira de processo de cassação na Câmara e alvo de ação de improbidade administrativa na Justiça, o presidente municipal do PT, Gildo Oliveira da Silva, garante que não há tendência de rompimento com o prefeito na reunião da próxima quinta-feira (24).

Nesta tarde, pouco antes da reunião ordinária da Executiva municipal do PT, Gildo confirmou que a reunião de depois de amanhã será para “discutir Campo Grande”. Indagado se a tendência seria o rompimento com Bernal, ele respondeu: “Nossa expectativa é que se melhore a relação do prefeito com o partido”. Na quinta, a reunião será da bancada vereadores, composta por Zeca do PT, Marcos Alex e Ayrton Araujo, com a Executiva municipal do PT.

A melhoria desse relacionamento, segundo o dirigente, passa pelo atendimento às reivindicações feitas desde o segundo turno da campanha eleitoral do ano passado e reforçadas há uma semana com a divulgação de uma “carta aberta”, na qual o PT pede a nomeação de um secretário de Governo, a instituição de conselho político e administração de coalizão, com a participação de outras legendas.

Indagado se já não tinha passado tempo suficiente (quase 10 meses) para se perceber que o estilo de Bernal não será alterado, o presidente municipal do PT admitiu que a demora é grande, mas demonstrou ainda confiança na mudança. “Há muito tempo estamos cobrando. Demos um tempo para que prefeito nos atendesse, fizesse sua gestão. Agora, para melhorar a administração pública, precisa nos atender”, declarou.

Instado a revelar pelo menos se a reunião de quinta-feira será decisiva quanto a apoio ou rompimento com Bernal, Gildo Oliveira não soube informar ao certo. “Vamos estar conversando. Não está definido se quinta-feira é o último dia”, afirmou. Questionado, então, sobre sua posição pessoal, se seria a favor de que o PT continue apoiando Bernal, o dirigente respondeu: “Somos parceiros. Queremos ajudar a gestão”.

À pergunta se haveria ainda “como salvar” a gestão de Bernal, sob risco iminente de cassação, o otimista dirigente do PT afirmou que “tudo é possível”. Gildo revelou ter “esperança” de que as coisas se ajeitem.

Os petistas ocupam duas secretarias municipais na gestão de Bernal, a de obras, nas mãos de Semy Ferraz, e a de Assistência Social, conduzida pela vereadora licenciada Thaís Helena. Na Câmara, a vaga de Thaís é ocupada pelo primeiro suplente do partido, Marcos Alex.




Faço minhas as palavras do Sr. Gilberto Ferreira!
 
MARCELLO MENDES em 22/10/2013 20:59:11
PENSEM EM QUEM VOCES QUEREM COMO GOVERNADOR DO ESTADO...O mais cotado é o mesmo que está até agora apoiando o atual prefeito!
A FRUTA NÃO CAI LONGE DA ÁRVORE!
 
Tiago plac em 22/10/2013 19:37:22
Óbvio e notório que o PT , juntamente com os outros partidos que se coligaram com o partido do Sr. Alcides Bernal, têm de continuar acreditando e, principalmente abraçando a causa, não do Sr. Alcides Bernal e de seu partido mas sim, da população de Campo Grande. Vocês têm o dever moral, social, político e legal de acharem uma solução para que nossa cidade volte a percorrer os trilhos do progresso e saia o mais rapidamente deste pântano em que foi colocada. Sem sentimentalismo, sem politicagem, mas, sobretudo com muita coragem, vocês , Srs. Delcidio, Reinaldo, Zeca, etc... têm de ajudar a população de Campo Grande, que, encherguem os Srs. ou não, está sofrendo, sentindo que o barco está prestes a afundar. Não votei no Sr. Alcides Bernal, mas, se ele continuar dando errado, todos perdemos.
 
Gilberto Ferreira do Amaral em 22/10/2013 18:03:37
É senhor senador de todos, seus planos foram pelo ralo!
 
Maria José em 22/10/2013 17:30:35
Essa crise foi fabricada pela oposição que não aceitou a derrota nas urnas dada pelo povo pela mudança, mas mesmo assim a oposição não conseguiu engolir... Agora só nas próximas eleições para tirar essa cambada da Câmara dos Vereadores e do Governo do Estado, mas se preparem pq vem mais jogo sujo por ai!!! Até a imprensa está comprada, ai fica difícil...
 
eduardo maciel diniz em 22/10/2013 17:08:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions