A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/04/2016 09:28

Mesmo confiante, deputado petista diz que não há como prever votação

Leonardo Rocha
Zeca do PT está confiante que processo não vai passar na Câmara (Foto: Divulgação)Zeca do PT está confiante que processo não vai passar na Câmara (Foto: Divulgação)

O deputado federal Zeca do PT está confiante que o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), não vai ser aprovado na Câmara Federal, no entanto admite que não há como prever a votação, pois ainda tem muitos indecisos e os dois lados estão em busca de reforço.

"Chegamos ao final de todo este processo aqui na Câmara (Federal), porém estou confiante e convencido que este golpe não vai passar, no entanto não tem como prever, fazer uma futurologia sobre a votação", disse o petista.

Zeca argumenta que alguns fatos mostram que o processo pode ser reprovado. "Nós estamos reparando a motivação da bancada da oposição, que não está mais tão confiante, o vice-presidente (Michel Temer) iria ficar em São Paulo, mas resolveu vir para Brasília, além de inúmeras manifestações de deputados indecisos, dizendo que vão votar contra".

O petista também garante que a maioria do PDT vai permanecer na base da presidente e votar contra o impeachment, inclusive o deputado Dagoberto Nogueira (PDT), que preferiu não divulgar o voto nos últimos dias. "Falei com ele ontem (16) e me garantiu que vai seguir o partido contra o impeachment".

Zeca mencionou que vai seguir para o Congresso Nacional daqui a pouco, onde por volta das 10h30 (horário de Brasília), vai participar de uma reunião da bancada do PT. Dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul, a tendência é que cinco votem a favor do impeachment e três contra. A oposição precisa de 342 dos 513 votos, para aprovar o processo contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Horas antes de votação, Dilma mantém rotina de pedaladas em Brasília
Buscando manter a rotina no dia em que a Câmara dos Deputados decide sobre a admissibilidade do pedido de impeachment, a presidente Dilma Rousseff (P...
Sessão de discussão do impeachment é a mais longa da história da Câmara
A discussão do parecer sobre a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff registra hoje (16) à noite mais de 35 horas ini...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions