A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/05/2011 17:16

Ministério garante R$ 113 mi para construção de ponte entre Três Lagoas e SP

Fabiano Arruda

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, assegurou, ontem à noite, ao governador André Puccinelli (PMDB), R$ 113 milhões para construção de 7,5 quilômetros de vias de acesso e da ponte, com extensão de 1,344 quilômetro, sobre o Rio Paraná, que vai ligar a cidade de Três Lagoas a Castilho (SP).

A ponte será alternativa para travessia do rio, hoje feita apenas pela barragem da hidroelétrica de Jupiá. A ordem de serviço deve ser assinada em 15 dias.

De acordo com nota técnica da superintendência do Dnit/MS (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), a BR-262 no Estado é a principal e mais curta alternativa para o usuário que pretende ir a São Paulo, sendo alternativa para o tráfego que se destina ao Porto de Santos.

Também participaram da audiência no ministério dos Transportes a vice-governadora Simone Tebet, o deputado federal Edson Giroto (PR) e o deputado estadual Eduardo Rocha.

O ex-secretário de Obras do Estado afirmou que a construção da ponte vai melhorar questões de segurança, já que o tráfego intenso de veículos de carga abala a estrutura da barragem. Ele comenta que a ponte não foi projetada para atender a atual demanda, gerada pelo crescimento industrial registrado em Três Lagoas.

“A travessia por este local não é a ideal, pois a passagem de veículos pesados sobre a estrutura da barragem de concreto está causando problemas operacionais no local além de danos no pavimento existente”, enfatizou Giroto, completando que, dos R$ 113 milhões, R$ 30 milhões já estão empenhados.

O deputado estadual Eduardo Rocha reforçou o problema, completando que “os motoristas chegam a esperar mais uma hora para fazer a travessia do rio pela barragem, em virtude da necessidade de só permitir a passagem de um veículo por vez”.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


Deus é pai....
Só para atravessar demora em torno de 10 a 15 min.
Três Lagoas vai ganhar e muito com o contorno ferroviário e com a ponte.
 
claudio benites em 07/05/2011 08:19:47
Continuo cético sobre o assunto.
Só vou manifestar-me depois que a referida ponte for construida.
Em pese, dúvidas sobre tal projeto, a sociedade dá todo o aval possível e imaginário, para a realização de tal obra, porém que a obra não seja superfaturada.
 
Renato da Rocha Ferreira em 06/05/2011 09:05:38
A construção da ponte era obrigação/compensação da CESP... mas TODO MUNDO esqueceu...

E lá vai o nosso dinheiro!!!!
 
J. Aurelio em 06/05/2011 08:09:49
JURO QUE ACHEI QUE IAM ESPERAR ARREBENTAR A BARRAGEM PRA TOMAREM ATITUDES. A CONVERSA QUE NÃO SE PODE TRANSITAR POR CIMA DA BARRAGEM, OUÇO DESDE 2001.
 
CLEBER WASTOWSKI em 05/05/2011 08:10:48
Até que enfim... Aleluia!!!!
 
kaius tiberius em 05/05/2011 06:06:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions