A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/09/2012 17:23

Ministro do TSE define prisão de diretor do Google como medida extrema

Fabiano Arruda
Ministro Marco Aurélio Mello diz que Congresso Nacional precisa disciplinar melhor processos relativos ao conteúdo publicado na internet. (Foto: Divulgação/STF)Ministro Marco Aurélio Mello diz que Congresso Nacional precisa disciplinar melhor processos relativos ao conteúdo publicado na internet. (Foto: Divulgação/STF)

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Marco Aurélio Mello, que também atua no STF (Supremo Tribunal Federal) disse, nesta quinta-feira, considerar o episódio da prisão do prisão do diretor do Google no Brasil, Fábio José Silva Coelho, ontem (26), em São Paulo (SP), "uma medida muito extremada".

Coelho foi preso por determinação do juiz da 35ª Zona Eleitoral de Mato Grosso do Sul, Flavio Saad Peron, sendo liberado em seguida. Ele vai responder pelo crime de desobediência eleitoral, cuja pena pode chegar a um ano e multa.

Inicialmente, o processo pedia a retirada do Youtube do ar por 24 horas, além de um vídeo que faz acusações contra o progressista por instigação à prática de aborto, embriaguez, lesão corporal contra menor e enriquecimento ilícito, motivo central da ação. Apesar de toda a repercussão do caso, a página e a publicação seguem disponível para os internautas.

O ministro foi questionado sobre o assunto hoje antes do início de sessão do STF e considerou que a responsabilidade por conteúdos postados na internet precisam ser melhor disciplinados pelo Congresso Nacional, que “tarda", segundo ele, no tratamento da questão.

O diretor do Google foi detido depois que a empresa não cumpriu o segundo pedido da Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul para retirar o conteúdo do site. (Com informações do site Terra)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions