A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

24/07/2017 14:42

MPE investiga suposta fraude no abastecimento de veículos do Estado

Promotor pediu informações sobre os últimos seis meses para basear as apurações

Leonardo Rocha
Promotor Marcos Alex Vera, da 30° Promotoria de Justiça, foi quem abriu inquérito para investigar caso (Foto: Arquivo)Promotor Marcos Alex Vera, da 30° Promotoria de Justiça, foi quem abriu inquérito para investigar caso (Foto: Arquivo)

O MPE (Ministério Público Estadual) investiga suposta fraude no abastecimento de veículos oficiais do Estado, após uma denúncia sobre a existência de esquema de superfaturamento envolvendo a empresa Taurus Distribuidora Ltda, com a participação de servidores estaduais. Seriam emitidas notas fiscais com valores superiores, a quantidade de combustível fornecido.

O inquérito foi aberto no último dia 14 de julho, pelo promotor Marcos Alex Veras, da 30ª Promotoria do Patrimônio Público, de Campo Grande. A intenção é apurar se as notas fiscais, emitidas pela empresa, correspondem ao que foi vendido.

O promotor requisitou a SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização) a quantidade de combustível adquirido nos últimos seis meses, bem como o valor pago a empresa (Taurus), o contingente de veículos que usam o "cartão corporativo" para abastecimento, assim como a listagem simplificada de todos os automóveis.

Também solicitou informações sobre como é feito o controle de gastos e abastecimento dos veículos oficiais e quais são aos servidores responsáveis pela fiscalização. Para Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), requisitou a relação das viaturas estragadas ou em manutenção nos últimos seis meses, com suas respectivas placas.

A denúncia que chegou ao MPE é que inclusive algumas viaturas em manutenção ou estragadas, estavam sendo registradas como abastecidas regularmente, mesmo estando paradas. A suposta fraude incluiria o superfaturamento, seguido de repasse de valores a servidores estaduais e políticos.

O Campo Grande News entrou em contato com a Taurus Distribuidora Ltda. O assessor jurídico da empresa, Gustavo Marques Ferreira, afirmou que vai buscar informações detalhadas sobre este inquérito, para depois repassar a posição da mesma.

Gustavo, no entanto, adiantou que a Taurus tem uma rede de postos de combustíveis credenciados que podem realizar estes serviços para os carros oficiais do governo estadual, inclusive de outras bandeiras, algo que está previsto na licitação. Também ponderou que a empresa CH Informática, que faz parte do grupo, é quem faz o gerenciamento deste serviço.

Ele citou que os gestores de cada órgão (público), possuem o chamado "cartão genérico", que são inseridas informações de dados da frota, assim como definir o limite e controle dos abastecimentos, justamente para evitar eventuais fraudes, tendo suas respectivas senhas e relatórios sobre consumo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions