A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/02/2010 10:04

Mudanças partidárias podem gerar disputa pela CCJ

Redação

O troca-troca de partido no fim do ano passado, visando às eleições de 2010, pode provocar não só alteração na composição das comissões temáticas da Assembléia Legislativa, mas também disputa pela presidência da principal delas, a CCJR (Comissão de Constituição e Justiça e Redação).

O atual presidente, o deputado Junior Mochi (PMDB) procurou ontem o presidente da Assembléia, Jerson Domingos (PMBD) e comunicou seu interesse em permanecer no posto.

O presidente regional do PSDB, deputado Reinaldo Azambuja, que também é membro da CCJR avisou Júnior Mochi que também almeja o cargo.

O deputado Antônio Carlos Arroyo (PR), que já presidiu a CCJR em outras ocasiões disse ontem que com as novas composições de comissão também deve passar a fazer parte da CCJ, que já presidiu anteriormente.

Apesar de não ter ainda manifestado oficialmente interesse pelo comando, pode ser um terceiro nome na disputa pela presidência da Comissão mais importante da casa.

Segundo o líder do Governo na Casa, deputado Youssif Domingos (PMDB), tradicionalmente a maior bancada indica o presidente da CCJ. Hoje o PMDB, com sete integrantes, tem a maior bancada, entretanto o deputado destaca que é uma decisão interna da Comissão e que não há impedimentos para que deputados de outros partidos a presidam.

Yousssif disse que até a próxima terça-feira o processo de indicação para as comissões será finalizado e a questão estará resolvida.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions