A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

26/01/2012 11:23

Na Argentina, Puccinelli busca investimentos para o transporte fluvial

Wendell Reis

Governador quer encontrar interessados no transporte de grãos e na operação de dois portos

O governador André Puccinelli (PMDB) retornou das férias no Rio Grande do Norte ontem (25). Porém, já embarcou no mesmo dia para a Argentina, acompanhado do secretário de Planejamento do Estado, Carlos Alberto Negreiros. Puccinelli e Negreiros ficam na Argentina até a amanhã (27).

Durante a viagem Puccinelli deve visitar empresários ligados ao transporte fluvial, para verificar a possibilidade de investimentos para Mato Grosso do Sul. A intenção do governador é conseguir investidores que trabalhem no transporte e exportação de grãos e interessados na operação dos portos de Ladário e Porto Murtinho.

Na volta das férias o governador já visitou o seu gabinete. Porém, o retorno ao trabalho na Governadoria só deve acontecer na segunda-feira (30). Na volta das férias o governador tem pela frente a anunciada troca de secretários, Emenda 29, carga horária dos professores, definição sobre repasse para a Santa Casa e questões políticas, que envolvem indicações ao Dnit (Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes) e a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

No dia 21 dezembro, quando declarou que o Estado iria operar os portos, Puccinelli foi questionado sobre Porto Murtinho, onde havia uma briga judicial. Na ocasião, o governador disse que ainda está analisando se o Estado vai tocar sozinho ou com os atuais proprietários, mas disse que não terá problemas: “Os santos já foram retirados da sociedade. Agora é empresa de um partícipe daqui com parte acionária da Pedevesa (Petróleos da Venezuela)”, garantiu.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions