A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/09/2014 12:45

Na Capital, ministro afirma que PT não quer "desconstruir" candidatura de Marina

Ludyney Moura
Para Gilberto Carvalho, Dilma Roussef tem mais condições de continuar mudanças estabelecidas pelo PT (Foto: Marcelo Calazans)Para Gilberto Carvalho, Dilma Roussef tem "mais condições" de continuar "mudanças" estabelecidas pelo PT (Foto: Marcelo Calazans)

Durante a agenda de campanha em Campo Grande, o ministro Gilberto Carvalho (PT), da Secretaria-Geral da Presidência da República, afirmou que seu partido não quer “desconstruir” a candidata do PSB ao Palácio do Planalto, mas sim mostrar aos eleitores que Dilma Roussef (PT), candidata à reeleição, “tem mais condições” de governar o país. 

“Não é uma questão de desconstruir. A Marina é um personagem e tem suas virtudes. Mas, nós entendemos que a Dilma tem muito mais condições de continuar o processo (de cuidar dos mais necessitados)”, afirmou o ministro, que também teceu críticas ao discursos assumido na campanha pela ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente.

Segundo ele, o PT quer outro tipo de enfrentamento eleitoral. “Se trata de desconstruir propostas políticas, não de ofender a pessoa, que tem falado de uma nova política com gente como o Bornhausen e tantos outros que de mais conservador, antigo e corrompido tem na história do Brasil”, afirmou Carvalho, fazendo menção ao ex-senador Jorge Bornhausen (DEM-SC), um dos articuladores do palanque do PSB em Santa Catarina.

A última pesquisa divulgada pelo Ibope para a Presidência da República, apontou um empate técnico no primeiro turno entre Marina e Dilma, e uma vitória da primeira em um eventual segundo turno.

“Belas palavras não são capazes de mudar a realidade. Para isso, tem que ter capacidade de trabalho e uma ampla base social e parlamentar”, declarou o ministro, que acredita que Marina Silva teria dificuldade em governar o Brasil em uma maioria no Congresso Nacional, realidade hoje vivida por Dilma.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions