A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/03/2015 13:28

Não devemos antecipar o processo eleitoral, diz Reinaldo Azambuja

Leonardo Rocha
Reinaldo afirmou que não irá discutir política no momento e que PSDB só irá priorizar tema no segundo semestre (Foto: Marcelo Calazans)Reinaldo afirmou que não irá discutir política no momento e que PSDB só irá priorizar tema no segundo semestre (Foto: Marcelo Calazans)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que em função do momento de crise financeira no país e pelo fato de estar no começo de seu governo, não é o momento adequado para se discutir as sucessões municipais de 2016. O tucano ponderou que seu partido só vai iniciar esta discussão no segundo semestre, pois agora tem outras prioridades.

“Temos muita responsabilidade neste momento, não é o momento de se discutir política, estamos no início de um novo governo. Não devemos antecipar este processo eleitoral, temos que trabalhar por Mato Grosso do Sul”, disse o governador.

Reinaldo ponderou que não se trata de uma crítica aos partidos que já começaram as articulações, mas que esta pauta para o seu grupo político só inicia no segundo semestre.

“Temos várias ações em setores diferentes como segurança pública, saúde e educação, que estamos sem kit escolar e sem uniforme, assim como a merenda em processo de licitação, estas são as pautas deste semestre”, pontuou o tucano.

Discurso – A vice-governadora Rose Modesto, cotada para ser a candidata a prefeita de Campo Grande, também manteve o mesmo discurso, ressaltando que a população não quer saber de eleição e sim de ações do novo governo, que propôs um projeto de mudanças.

Ela afirmou que o partido ainda não discutiu a sucessão municipal e até não descartou um apoio dos tucanos a outra legenda para disputa municipal em Campo Grande. “Ainda vamos avaliar o cenário político, mas este ainda não é o momento”.

Ações – Vários partidos já começaram a movimentação para as eleições de 2016, com avaliação de nomes e reuniões estaduais marcadas para março. O PMDB começou antes dos demais, com reunião no final de fevereiro onde até delegou ao ex-governador André Puccinelli e ao ex-prefeito Nelsinho Trad, que faça uma avaliação do cenário e político, com direito a relatório para próximo evento ainda em março.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions