ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 35º

Política

Nelsinho diz que se Jerson não quer ajudar, deve sair do PMDB

Leonardo Rocha | 12/11/2013 14:52
Nelsinho diz que Jerson pode trocar de partido caso não queria apoiar em 2014 (Foto: Arquivo)
Nelsinho diz que Jerson pode trocar de partido caso não queria apoiar em 2014 (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Campo Grande e virtual candidato do PMDB ao governo do Estado, Nelsinho Trad, sugeriu que o deputado Jerson Domingos (PMDB) deixe o partido. “Se não está ao nosso lado de forma verdadeira, tem dúvidas sobre quem vai apoiar em 2014, a melhor coisa é ele trocar de partido”, afirmou.

Nelsinho declarou que depois que o PMDB “fechou” a questão em relação a candidatura própria, o código de ética do partido exige que os filiados sigam a determinação.

“O Jerson ganhou a sua eleição usando a legenda do partido, está cotado a ser indicado ao TCE (Tribunal de Contas Estadual) com o apoio do PMDB e agora vai virar as costas para o partido?”, questiona.

O ex-prefeito ainda destacou que representa um grupo político e que em nenhum momento teve alguma “atitude” contra o deputado. “Sempre tive uma ótima relação com ele e com seu grupo, nunca existiu nenhum conflito ou algo desta natureza”, aponta.

Nelsinho reconheceu que Jerson exerce influência política em filiados do PMDB, mas que o partido resolveu ter candidato e escolheu seu nome para sucessão estadual.

Jerson Domingos já declarou por diversas vezes ser favorável a uma aliança PMDB e PT em Mato Grosso do Sul, tendo como candidato ao governo estadual o senador Delcídio do Amaral (PT).

O governador André Puccinelli (PMDB) o aconselhou a se licenciar do partido ano que vem para apoiar o senador petista, no entanto não vê que exista a possibilidade do presidente da Assembleia ser expulso do PMDB.

Nos siga no Google Notícias