A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/04/2010 12:04

Obras de anel viário em Dourados levarão um ano e meio

Redação

Foi dada a largada, nesta manhã, em Dourados, para uma obra alvo de muita polêmica e discussão, o contorno rodoviário da cidade. A assinatura da ordem de serviços reuniu o governador André Puccinelli (PMDB) e o prefeito da cidade, Ari Artuzi (PDT), além de deputados federais, estaduais e autoridades regionais.

Esperada há mais de 20 anos, a obra deve ficar pronta dentro um ano e meio, retirando do perímetro urbano o tráfego de veículos pesados.

O investimento do Governo do Estado foi orçado emir R$ 29.497.949,99, em recursos próprios. "Lideranças políticas de Dourados e deputados tinham me falado na importância dessa obra. Então, solicitamos à Prefeitura uma pesquisa para saber se essa obra emblemática era o que a população queria. A população disse sim na pesquisa e começamos o movimento de conversações com vereadores e deputados e nos unimos para a realização de um sonho que foi manifestado pela população", afirmou Puccinelli durante o evento.

Artuzi, que em algumas ocasiões trocou farpas com André sobre a obra, hoje agradeceu ao governador. Segundo ele, muitos desacreditaram do empreendimento, que agora sai dos planos para a prática. "Agradecemos ao governador André pelo compromisso de realizar esta obra. Poucos acreditavam na concretização deste anel rodoviário, principalmente os caminhoneiros".

Para a execução do anel viário, a prefeitura de Dourados desapropriou 97 terrenos.

A obra - O anel rodoviário, que também é chamado de perimetral norte, vai margear essa região da cidade, com extensão de pouco mais de 25 quilômetros. O percurso compreende desde o entroncamento com a BR-463, no trevo para Laguna Carapã, até a BR-163, no trevo de acesso a Fátima do Sul.

Tralhadores da Equipe Engenharia Ltda, empresa que ganhou o processo de licitação para execução da obra, já estavam trabalhando ontem. Os trabalhos tiveram início com abertura da pista que começa pela antiga Fazenda Curral de Arame.

Será construída uma pista de 12 metros de largura, sendo 3,5 metros de faixa de rolamento em cada sentido e mais 2,5 metros de acostamento de cada lado. Para garantir ainda mais segurança no tráfego, o acostamento vai ser nivelado com as outras faixas.

O contorno integra o conjunto de obras definidas pelo governo no programa MS Forte, lançado em outubro de 2009.

(Com informações do site Dourados Agora)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions