A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/03/2012 14:57

ONG culpa Funai por inclusão em lista que proíbe convênios com o governo

Aline dos Santos

Projeto do Pontão de Cultura Guaikuru foi realizado em 2009

O Pontão de Cultura Guaikuru, com sede em Campo Grande, responsabiliza a Funai (Fundação Nacional do Índio) por ter sido incluída na lista de 164 ONGs (Organizações Não Governamentais) impedidas de fazer convênio com o governo federal.

A CGU (Controladoria Geral da União) informa que aguarda prestação de contas do convênio para realização das mostras “Os Povos Indígenas no Cinema Brasileiro” e “O Olhar dos Povos Indigenas”, no valor de R$ 150 mil.

Conforme a coordenadora do Pontão de Cultura, Andrea Freire, o projeto, realizado em 2009, tinha três fontes de financiamento: Funai, Ministério do Turismo e Ministério da Cultura. “Mandamos as prestações de contas para os três órgãos, mas a Funai foi a única que não deu parecer”, afirma.

De acordo com Andrea, os documentos foram remetidos duas vezes para a Funai, em Brasília. “Em janeiro desse ano, a CGU nos procurou solicitando informações do convênio”, relata.

Há três semanas, a Funai também requisitou os dados da prestação de contas, pois o órgão federal é alvo de fiscalização da Controladoria.

A coordenadora explica que tem outros dois convênios em curso com o Ministério da Cultura. Agora, a entidade aguarda um parecer da Funai. Caso a situação ameace as parcerias vigentes, a ONG vai tomar medidas para ser retirada do Cepim (Cadastro de Entidades Privadas sem Fins Lucrativos Impedidas).

Em outubro do ano passado, a presidente Dilma Rousseff (PT) determinou vistoria nos convênios do governo com as ONGs. A coordenadora do Pontão de Cultura Guaikuru apóia a medida, mas alerta que as entidades não podem ser criminalizadas. “Cada caso é um caso. Têm ONGs que são sérias, outras não”, avalia.

Ecoa - Em Mato Grosso do Sul, a Ecoa (Ecologia em Ação) também foi impedida de celebrar convênio com o governo federal. A CGU está analisando a prestação de contas de um convênio de R$ 138.675,53 – valor da última parcela.

A parceria foi celebrada para “implementar uma estrutura interinstitucional de logística e pessoal para desenvolver um Censo Estrutural da Pesca na Bacia do Alto Paraguai, em diversas regiões e municípios do Estado de Mato Grosso do Sul, viabilizando as condições básicas para a implementação e futura manutenção de uma rede de informações sobre estatística de desembarque pesqueiro, possibilitando o monitoramento e o controle”.

A reportagem tentou entrar em contato com a ONG, mas não localizou nenhum responsável.

ONGs do Estado estão proibidas de fazer convênio com o Governo Federal
Convênios do ECOA e do Pontão de Cultura Guaikuru apresentaram irregularidades gravesAs ONGs (Organizações Não Governamentais) de Mato Grosso do Sul...
Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...


Esse pessoal de ONG deveriam tomar vergonha na cara e tentarem sobreviver do dinheiro do próprio bolso, vocês não tem IDEAL então banquem; agora querer dinheiro de instituições para realizarem essas palhaçadas não, estou de acordo com a proibição total de doação de dinheiro público (suado de quem trabalha) para essas ONG'S maléficas, corruptas, etc... sou a favor da extinção das ONG.
 
João Ricardo Ferri em 12/03/2012 10:23:31
De certa forma o Geraldo do comentário anterior, tem razão. Existe muita corrupção no meio de muita ONG por ai. Mas dai a generalizar, é demais. Existe ONGs sérias e o trabalho das ONGs é justamente atender a sociedade naquilo que o Governo é deficiente. O custo operacional e financeiro das ONGs é muito menor se o Governo tivesse que constituir estrutura para realizar o mesmo trabalho.
 
Flávio Márcio em 12/03/2012 07:59:49
Em termo de ONGS que eu vejo para nós aqui em nossa comunidade não tem feito nada para nosso beneficio, talvez tenha feito para bolso deles.
 
Uriel Amorim Pereira em 12/03/2012 06:56:04
o Nome da Missão Salesiana de Mato Grosso, consta também nesta lista, ENTIDADES PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS IMPEDIDAS
 
stella medeiros em 11/03/2012 09:16:28
Sabe o que não da para entender? ONG não significa organização não governamental. Qual o motivo da maioria delas ser custeada pelos governos com dinheiro publico? Enquanto falta agulha "pediátrica" -que custa centavos- em muitos hospitais públicos, as ONGs recebem milhares de reais para encenar pecas de teatro?! Qual a prioridade?
 
Marcus Vinicius em 11/03/2012 07:00:08
A maior fonte de corrupção.Ninguem sabe por que existe esta ONGS.So desvia dinheiro publico.BASTA.O governo tem que parar de transferir responsabilidades.Faça o que deve ser feito,com nossos impostos.Basta de encher a barriga desses corruptos.
 
GERALDO ANTONIO. em 10/03/2012 08:39:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions